Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Bolinhos de coco saudáveis

Fiquei (muito) tentada a experimentar!

Numa de super-heróis

Eu que não sou muito dada a filmes de super-heróis dei por mim, em menos de 15 dias, a ir ao cinema ver dois filmes de super-heróis. O primeiro que fui ver foi o Deadpool. E por incrível que pareça até gostei. Ri-me bastante e achei a história com cabeça, tronco e membros. Os diálogos (e os monólogos) estão bem conseguidos e a imagem é muito boa.


Como até achei piada a Deadpool , e como a minha irmã e o meu namorado queriam muito ir ver o Batman Vs Superman pensei "Porque não?". Devia ter ficado por ai... Não gostei do filme. Achei confuso, certas partes muito rebuscadas e com algumas personagens a aparecerem sem qualquer propósito. Eu admito que não tenho grande cultura ao nível de super-heróis e que isso influencia a opinião que tenho deste tipo de filmes. Mas as outras duas pessoas que foram comigo, e que adoram este tipo de filmes, também não ficaram nada surpreendidos.



Encontrei as calças perfeitas

Depois de uma procura por várias lojas, fui encontrar as calças pretas perfeitas numa loja onde nunca sequer comprei calças - na Lefties. Mas o que e certo é que depois de entrar na H&M, Zara, Mango, Stradivarius, MassimoDutti e Pull&Bear fui encontrar as calças na Lefties. E com todos os requisitos que eu queria: ganga grossa, relativamente altas de cinta, completamente pretas (sem brilhos, lavagens ou outras manchas na ganga), sem rasgos e a terminar no tornozelo. E o melhor de tudo? O preço! 9.99€ pelas calças perfeitas. Só espero é que não alarguem e virem um saco após meia dúzia de utilizações. Como nunca comprei gangas na Lefties não sei o que me espera.


Para além das calças pretas, como a loja estava com saldos de meia estação, ainda trouxe outros jeans de cinta subida com um preço fantástico (13.99€). Fiquei positivamente surpreendida com a diversidade de jeans que a loja tem e a preços acessíveis. E numa primeira vista, a qualidade da ganga não deixa nada a desejar em…

A dança do pinguim

Para quem tem ido a casamentos ou grandes festarolas certamente já deve ter ouvido falar da famosa dança do pinguim. Quanto a mim, ouvi falar desta dança pela primeira vez à poucos dias. E foi precisamente a noiva do casamento que vou daqui a pouco mais de um mês que me disse - "Tu vê lá se decoras os passos que isto agora é a tendência em todos os casamentos! E até pinguim vai ter, por isso prepara-te!". Eu, leiga nestes assuntos, tive de ir para a internet pesquisar o fenómeno do pinguim. E descordenada como sou não prevejo uma grande prestação para o meu lado. Os passos até são simples, eu é que sou complicada para acertar com os passos. 

Uma Páscoa feliz e docinha para tod@s

Preciso de uns jeans pretos

Não é que seja muito de andar de jeans pretos mas agora que os meus deram as últimas só me apetece andar de jeans pretos. Vou ter de ir à procura dos jeans perfeitos. Com os últimos fui muito feliz por isso a fasquia está elevada.


Para inspiração...






Esta semana estamos assim #53

Ontem foi dia de ir arranjar as unhas (e de pôr a conversa em dia com quem mas arranja que, só por acaso, é amiga de longa data) e o resultado foi este. Uma cor discreta mas com um apontamento romântico.

Nova Arcada - o novo centro comercial de Braga

Abriu no passado dia 17 e promete ser uma referência na cidade de Braga. O Nova Arcada (anteriormente apontado como Dolce Vita) já há muitos anos prometido (e com a obra parada durante anos) abriu mas nem tudo está a funcionar a 100%. Estive lá no dia de abertura e voltei lá hoje e voltei a ficar com a impressão que se não se tivessem comprometido com o dia 17 de Março como data de abertura, talvez demorasse mais uns dias para abrir.  No dia de abertura os parques de estacionamento ainda não estavam totalmente acabados (portas de saída de emergência ainda por pôr no sitio, por exemplo), ainda se viam muitas pessoas a trabalhar nas obras do shopping no exterior, algumas lojas ainda estão fechadas, os cinemas ainda não estão a funcionar, a sinalética não é muito intuitiva (pelo menos nos parques de estacionamento e para os elevadores), na zona da restauração também ainda há algumas lojas que não estão a funcionar (embora já estejam montadas), na hora de almoço houve um corte de energia…

Testado e (mais do que) aprovado

Hoje em dia há uma infinidade de produtos de limpeza para o rosto e no meio de tanta coisa uma pessoa até fica baralhada. No que me toca a mim, já experimentei uma série de coisas; leite de limpeza, água micelar, toalhetas, gel de limpeza, espuma de limpeza, sabonetes e mais não sei o quê. Mas no meio de tanto produto há um que por mais coisas que experimente, por mais novidades que teste, acaba sempre por ficar. É este maravilhoso gel de limpeza de framboesas da Oriflame. Remove com extrema facilidade toda a maquilhagem (até o rímel e o eyeliner), não deixa a pele seca, tem um cheirinho delicioso e fica a pele muito macia. E dá para todo o tipo de peles. Eu sou-lhe fiel (com umas pequenas traições pelo caminho... ups!) e ele não me tem deixado ficar mal.

O que a marca diz: Lavagem de rosto refrescante formulada com extrato natural de framboesa para pele limpa e revigorada. Fórmula cremosa em gel que limpa efetivamente o rosto, removendo impurezas deixando uma sensação refrescante.

Assunto: raspadinhas

Tal como muitas pessoas nesta praça eu entusiasmo-me com as raspadinhas. A possibilidade de ganhar dinheiro fácil torna isto viciante. Começo logo a pensar o que faria se me saísse a quantia x ou  a quantia y. Regra geral penso logo em viagens e lojas (pronto, está confessado). Mas contrariamente a muitas pessoas eu não me entusiasmo quando ganho algum dinheiro na raspadinha (vá, se calhar é porque nunca ganhei nada de substancial). Se ganho qualquer coisa, nem que seja 1€, paro por ali e vou toda contentinha para casa (mesmo que às vezes o valor da raspadinha tenha sido superior ao valor ganho). De facto, contento-te com pouco. O problema é quando não ganho nada. Dá-me uma vontade de ir comprar outra para tentar novamente a sorte. Aquela adrenalina de saber se me vai sair alguma coisa ou não é tramada. Poucas são as vezes que passo pelos sítios que sei que vendem raspadinhas e não me dá vontade de ir lá comprar uma. Mas vá, descansem. ainda não estou numa situação de jogo patológico…

Quase 11 meses de Tyrion

E quase 9 meses a fazer-nos companhia. Agora está na fase de começar a fazer chichi com a pata levantada, mas às vezes esquece-se que tem de levantar e parar enquanto faz o seu longo chichi e fá-lo em andamento acabando por fazer para as próprias patas.  Também está na fase dos ciúmes. Não pode ver ninguém a fazer festas a outro cão que toca logo a mostrar quem manda. E descobriu também que se quer fazer barulho e chamar a atenção basta ladrar. O problema é que quando o começa, depois é um castigo para parar. Deve-se achar a Maria Callas do mundo canino e vira diva. Mas o que é certo é que já ninguém sabe viver sem ele. Sem os seus beijos molhados (com muita baba e muita língua), os saltos na porta da entrada quando chega alguém, o seu espaço no sofá e na cama mesmo que para isso o resto das pessoas tenham de ficar tipo sardinha enlatada.





A Primavera está quase a chegar...

E este saco é todo ele Primavera. Agora que penso, não tenho nenhum desta cor... Ai Zara, Zara! A lançar necessidades desnecessárias às pessoas...
Link

Sugestão gastronómica da semana

Desta vez a sugestão é um bocado diferente. Desta vez a sugestão gastronómica não é de um restaurante aqui de perto mas sim de um restaurante na Alemanha, mais concretamente na cidade de Colónia. Quem sabe alguém desse lado está prestes a fazer uma visita a esta cidade e já fica com uma ideia de um sítio onde pode comer comida tradicional alemã, beber cerveja alemã (para quem gostar) e ver o verdadeiro espírito alemão no que toca aos restaurantes. O restaurante é o Früh e fica pertíssimo da catedral e como é um edifício gigante com umas letras vermelhas bem visíveis não há como enganar. Deve ter sido o maior restaurante que entrei até agora em termos de espaço. A decoração é muito engraçada e à medida que vamos percorrendo as várias salas dá a ideia que estamos a fazer uma visita guiada por alguma cave histórica de um século passado. O atendimento é rápido, a comida é deliciosa e os empregados são muito simpáticos e falam bem o Inglês. Quanto ao preço é acessível. Salada, prato princ…

Esta semana estamos assim #52

Em versão azulão e apaixonada por esta cor.

De regresso

Novamente em terras lusas, É bom sair do país mas é ainda melhor regressar. Sabe tão bem sairmos à aventura e ao desconhecido e depois voltar ao aconchego do nosso país e dos nossos. Desta vez foi uma viagem diferente. Uma espécie de mini road trip  pela Alemanha que nos permitiu conhecer sete cidades. E fiquei tão impressionada e agradada com a Alemanha. Contrariou muitas ideias erradas que eu tinha da Alemanha. Mas isso deixarei para um noutro posto onde vos contarei tudo.

Alemanha ai vou eu

Amanhã por esta hora já estarei em terras de Angela Merkel. Quatro pessoas, um carro, uma mini road trip por 4 cidades em sete dias. As malas estão feitas (o dilema do costume a acabar comigo sentada em cima da mala para a tentar fechar). Que venha a aventura!

Roma e Florença

E como prometido aqui e aqui, aqui estão as fotos das últimas férias em Roma (clicar nas imagens para ver em ponto maior) e algumas considerações para quem estiver a pensar lá ir. Eu fui quase no início do Verão, e apanhei temperaturas sempre acima dos 30º graus. Um calor quase tropical, com os fins de tarde quase sempre com uns minutos de chuva intensa para refrescar o tempo e que sabiam pela vida. Uma coisa muito boa que tem em Roma para os dias quentes, são as inúmeras fontes espalhadas pela cidade com água potável e super fresca.

Quanto ao trânsito, é um bocado caótico e confuso por isso optamos pelos transportes públicos, também eles um pouco caóticos em determinadas linhas/horas. Houve alturas em que quando o metro chegava à estação achava eu que não ia conseguir entrar mais ninguém e ainda entrava mais uma multidão. Aprendi um novo conceito de sardinha enlatada e aprendi também a não respirar pelo nariz dentro do metro (a mistura de "cheiros" em dias de calor com o m…

Instagram

Blogs que leio