Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2016

Sephora - brinde de aniversário

Para quem é cliente da Sephora sabe que a marca oferece sempre um miminho aos seus clientes no dia de aniversário. Este ano é um duo de blushes com duas cores lindas. Ainda não testei mas estou bastante curiosa para ver como ficam.

New in - camisa branca

Zara Link

Estou encantada com a minha nova camisa branca. Num estilo mais masculino mas depois ali com uns apontamentos na lateral que lhe conferem um toque especial. Já a conjuguei com uns jeans e uns stilettos para um look de noite e também já a combinei com umas sapatilhas para um look mais descontraído e gostei de ambos (na minha próxima ida à Zara vou à secção de homem e ainda saio de lá com umas camisas engraçadas para mim).


Modas

Parece que há uma moda por ai instalada, já há algum tempo - tatuagens temporárias (acrescentaria eu "foleiras"). O que não faltam são sítios com elas à venda e gente a acreditar que é mega fashion encherem-se de "autocolantes". Quanto a vós não sei, mas a mim isto só me faz lembrar os brindes de antigamente nas batatas fritas, nos bolicaos  ou nas revistas tipo Bravo e SuperPop.

A versão cigana que há em mim

O aniversário dos 30 já lá vai à uma semana mas os festejos continuam. Se aos primeiros minutos do dia 21 de Maio estava em Lisboa a ouvir Queen, às últimas horas desse dia estava em Guimarães a celebrar com a família a minha entrada na nova década. Durante a semana seguiram-se uns pequenos-almoços com algumas amigas e hoje um jantar em Braga para os restantes amigos próximos.  Se esta semana for um prenúncio da nova década que tenho pela frente, então será uma década em grande e cheia de energia.

Ups! Como disse?

Percebes que andas um bocado baralhada das ideias quando em conversa com uma amiga sobre o filho bebé proferes a seguinte frase, de forma automática e inconsciente - "Tens de o levar ao veterinário!". Começo a ter medo de mim própria e de abrir a boca... O que vale é que a minha amiga tem sentido de humor e largou logo uma gargalhada, caso contrário ainda achava que estava a insultar o seu rebento!

Braga Romana 2016

Já começou!

A cidade mais jovem do país não pára e a Braga Romana já começou. Encenar tempos idos, lembrar o passado e saborear o presente. Há muitas atividades ao longo destes dias, coisas giras para comprar e se der a fome, não se preocupem que também há onde comer e beber. Visitem e desfrutem!

Dica rápida

Se acordaram com cara de panda e com uns olhos de meter medo ao susto, experimentem arriscar na cor dos lábios. Nada de tons nude ou rosas clarinhos. Isso é para meninas! Experimentem um vermelhão, um rosa forte, roxo ou o que vos der na gana. Garanto-vos que ninguém vai reparar nos vossos olhos.

Chegados ao fim #22

1- Tónico facial Optimals (Oriflame): andei muitos anos sem usar tónico e sem perceber muito bem a sua funcionalidade. Hoje em dia já não passo sem ele antes do creme hidratante, ou mesmo quando sinto a pele mais irritada pego num disco de algodão embebido no tónico e passo no rosto para acalmar a pele. Este é da Oriflame. Praticamente não tem cheiro, ajuda a retirar ainda alguma maquilhagem mais resistente e deixa a pele com uma sensação confortável. É aconselhado para pele normal ou mista.
2 - Base de cor Mineral (Masters Colors Paris): esta base foi-me oferecida e pelo que sei pode ser comprada em centros de estética/beleza. Já experimentei muitas bases por isso já consigo ter um bom termo de comparação para dizer que esta base não me enche as medidas. Não é fácil de espalhar e é muito espessa. O único ponto a favor é o cheiro que tem. Parece um creme perfumado que pomos na cara e ficamos com um cheirinho delicioso.
3- Máscara de pestanas Very Me (Oriflame): a marca diz-nos que es…

Queen + Adam Lambert

Há quem diga que os Queen com o Adam Lambert não são a mesma coisa. A essas pessoas apenas digo o que o Adam disse na passada sexta-feira em pleno Rock in Rio: o Freddie Mercury é insubstituível!! E por muito que queiramos ele não volta... Mas isso não quer dizer que não se possa pegar nos restantes elementos da banda e juntamente com o Adam Lambert fazer um concerto de arromba. Um concerto memorável para novos e velhos e que certamente ficará na memória das 75 mil pessoas que estiveram lá a assistir. Pelo menos na minha vai ficar. No que a mim me diz respeito, foi um dos melhores concertos que vi até hoje (ajuda o facto de uma pessoa conhecer e adorar as músicas quase todas). Então a parte em que o senhor Brian May cantou uma das minhas músicas preferidas dos Queen com a imagem e voz do grande Freddie como pano de fundo... foi arrepiante e uma excelente forma de entrar nos 30 anos (infelizmente não consigo colocar aqui o vídeo desse momento porque excede o tamanho permitido, mas col…

Parabéns a mim

Entrei nos 30. Yehhhhh

30 anos

O Rock em Rio faz este ano 30 anos. Faz também 30 anos que os Queen atuaram pela primeira vez no Rock in Rio (e voltam a atuar hoje). E faz amanhã 30 anos que aqui a Je viu a cor do mundo pela primeira vez. E qual a melhor maneira de entrar nos 30? Se disseram no Rock in Rio ao som de Queen acertaram! Yehhhh palminhas! Lá vou eu rumo a Lisboa para entrar nos 30 com a melhor banda sonora de sempre, acompanhada da melhor irmã do mundo, do namorado e de amigos. Amanhã ruma-se novamente para o Norte para continuar os festejos com a família. Eu começo a ser uma pessoa idosa para tanta andança mas o que vale é que eu adoro festejar o meu aniversário e este ano tinha mesmo de ser em grande.  Domingo fico em modo vegetal para recarregar baterias (até porque os festejos continuam durante a semana).

Cada vez me caem mais os olhos para as sapatilhas

Filmes para entreter

Nem sempre apetece ver filmes extremamente elaborados, com grandes lições e filosofias, filmes rebuscados e densos. Há alturas em que apenas nos apetece ver filmes básicos e ligeirinhos, daqueles que não é preciso pensar e que ainda dá para rir um bocado. Não precisam ter uma pontuação no IMDB assim para o espectacular. Que venham as comédias e as histórias lamechas. Nessa onda, os últimos três escolhidos foram estes e olhem que até gostei mais do que as expectativas iniciais do primeiro e do segundo. O terceiro é mais para o fraquito mas para entreter e passar o tempo serve para o efeito.  E agora não sejam envergonhados e partilhem lá os vossos últimos filmes banais que viram (só para eu tirar ideias para os próximos).


Órfã de calças

Toda a gente tem mais do que um par de jeans, das mais variadas cores, feitios e tonalidades. Mas há sempre aquelas que são as preferidas, aquelas às quais recorremos quando estamos num dia mau e achamos que tudo o resto nos fica mal, aquelas que para além de confortáveis nos deixam confiantes. Eu também tinha umas assim até à bem poucos dias. Umas calças que me enchiam as medidas há mais de 2 anos. Tinham a cor perfeita, eram super confortáveis, assentavam bem e eram sempre uma aposta segura. Estiveram comigo nas mais diversas situações. Até sábado. Sábado, num desses dias em que nada me agradava lá fui buscar as calças SOS. Vesti-as e acabei de me arranjar até que a minha irmã passa por mim antes de eu sair de casa e diz "Vais sair assim?". Não percebi a pergunta até ela me dizer que as calças estavam todas rasgadas, no rabo, junto ao bolso!  Como? Eu nem dei conta! E agora? O drama, o horror. Como era possível as malditas traírem-me assim pelas costas (ou neste caso, pel…

E agora?

Uma pessoa está uma série de meses seguidos a lamentar-se de gostar tanto de futebol e dos nervos que isso acarreta. A queixar-se que ser Benfiquista é sofrer todas as semanas e ponderar fazer um seguro de saúde com medo que o coração um dia não aguente. Uma pessoa passa uma série de semanas a ver quando é que calham os jogos e se vão interferir com algum compromisso (ou na maioria das vezes, se o compromisso vai interferir com o futebol). Passamos uma época toda a sonhar com o dia do juízo final e os festejos junto à família Benfiquista mas depois quando esse momento chego uma pessoa fica saudosista. Passa a adrenalina dos festejos e uma pessoa já só pensa no tempo que vai ter de ficar sem futebol. E agora como vão ser os fins-de-semana sem os jogos de futebol, sem as picardias entre treinadores na comunicação social, sem as discussões com os amigos sobre os resultados dos jogos e o diz-que-disse dos principais intervenientes? Às vezes penso que era mais feliz (pelo menos sofria men…

O dia da decisão final

Não é de avião, mas ai vamos nós a caminho da capital para apoiar o Glorioso. Ai que neeeeeervos!

Porque camisas brancas nunca são de mais

Eu bem que ando sempre de olho em camisas brancas e acho que todos os anos compro uma (ou duas, ou mais...). O problema é que, como é uma peça bastante versátil uma pessoa anda muitas vezes com elas e por isso também as lava muitas vezes. E depois deixam de ser camisas brancas e passam a ser camisas com uma cor baça e indecente. E como para algo amarelado já basta o tom da minha pele nesta altura do ano lá começa o problema de sempre - a procura por mais uma camisa branca com algum pormenorzinho diferente para não ser exactamente igual aquela que temos em casa. E a Zara sabe que isso é um problema a mais mulheres, aposta forte para que não nos falte nada. Por mim podiam vir estas oito para o meu armário que eu adotava-as a todas com muito carinho.





Objeto de desejo da semana

Mango

E eu que pensava que já não se usava

Desde pequena que me lembro de ouvir os mais velhos, sempre que uma mulher tinha um bebé, que tinha de ficar "no mês de cama" e isso para além de uma certa clausura em relação a saídas de casa, significava também que a recente mamá tinha de comer muita canja de galinha (de preferência caseira). Achei que esta ideia tinha ficado no passado e que era sustentada com base nalguma falta de conhecimento típica da época onde a Internet era uma ideia distante e o acesso à informação não era fácil para muitos. Contudo, a semana passada fui visitar uma amiga que teve uma bebé há alguns dias e eis que ela me diz que está farta de comer canja e que lhe vão lá a casa oferecer canja ou galinhas caseiras!  E eu que pensava que isto já não se usava. Ela própria, enfermeira de profissão, sabe que nutricionalmente a canja não é o supra sumo das refeições mas mesmo assim vê-se quase obrigada a comer a canja e as ditas galinhas para não ter de deitar comida ao lixo. Eu não sei se um dia vou ou…

À sua imagem e semelhança

Tenho alguma pena de quem anda por essas estradas fora com carros super potentes nas mãos mas depois não sabem sequer o código da estrada, só sabem carregar no acelerador (também tenho pena de quem tem carros não tão bons e também não sabe o código. Não discrimino ninguém pelo tipo de carro, apenas pela burrice...).  Conduzir, para além de um prazer, deve ser um ato de imensa responsabilidade e altruísmo. Ver gente que só se importa com o tipo de carro que tem ao invés de saber como deve andar na estrada é no mínimo triste (e alarmante).

Wedding day

Se o ditado "casamento molhado, casamento abençoado" for verdade, então a minha amiga pode durar até aos 200 anos que o casamento ainda estará de pedra e cal. Que seja uma cerimónia bonita (que a chuva não estrague tudo o que está preparado) e que a festa dure até às tantas com muita animação. Agora é tempo de me preparar para a boda.

João Pedro Pais

Álbum "Identidade", com a qualidade que sempre nos habituou.  Esta está em modo repeat cá por casa.

Esta semana estamos assim #55

E como amanhã é dia de casamento, a manicure desta semana teve de ter em atenção o outfit escolhido para a ocasião. Pela primeira vez vou a um casamento de vermelho (nada contra o vermelho mas apercebi-me que quase não tenho roupa desta cor), por isso todos os acessórios serão em versão discreta (incluindo as unhas).

Venha a nós as noites quentes

Nos últimos dois dias, e com um calor a fazer já lembrar os dias de Verão e as noites longas, tudo o que menos apetece é ficar em casa fechada a ver o tempo passar (já hoje não se pode dizer a mesma coisa porque voltamos ao Inverno).  Na terça-feira tive um jantar de mulheres ao sabor do melhor sushi da cidade de Guimarães e de uma bela sangria. Ontem foi tempo de esplanada à noite com o namorado. E o que tem em comum estas duas saídas? Em ambas fui a última cliente a sair do restaurante/bar. A sede de bom tempo é tanta que uma pessoa apanha uns diazinhos de sol e noites quentes e abusa logo da boa vontade de quem está a trabalhar. Teve de ser, estava a ressacar destes programas.

Voltar atrás no tempo

Este fim-de-semana lembrei-me de ir ao baú dos cds antigos, daqueles que gravávamos em casa com uma seleção de músicas à nossa escolha e pôr no leitor de cds do carro. Quando digo cds antigos, são mesmo antigos, do tempo da adolescência e alguns mais recentes que remontam ao inicio do meu tempo de estudante universitária (e isso já lá vai há mais de dez anos...). Só vos digo que todas as viagens que fiz (sozinha ou acompanhada) foram muito mais interessantes e animadas. Algumas músicas levaram-me automaticamente a certas memórias outras músicas levaram-me a questionar "Eu gostava de ouvir isto?!!". Ainda bem que, com a idade, os gostos vão-se refinando mas soube-me tão bem recuar aos sons de há muitos anos atrás. E perceber que as boas músicas ainda hoje estão actuais (as outras, as menos boas, já não lembram nem ao menino Jesus!). Ainda bem que não me desfiz destas relíquias (embora alguns dos cds já estejam em mão estado e já não dê para ouvir). E o próximo cd antigo já e…

Maio

Um dos meus meses preferidos.  Sê bem-vindo.

Instagram

Blogs que leio