Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens com a etiqueta wedding

A minha afilhada é de convicções fortes...

Lembram-se de eu ter dito aqui que a minha afilhada não tinha ficado muito contente com a ideia de eu casar e que, depois de muita persistência, lá a convenci a ser uma das meninas das alianças e ser ela a levá-las até ao altar? Pois... isso foi até há umas semanas atrás quando ela me disse que afinal já não queria. Que até podia ser na mesma uma das meninas das alianças, mas levar as ditas cujas não porque era muito responsabilidade e não estava preparada para isso.
Ao inicio desvalorizei e até achei alguma piada ao discurso de gente crescida (a falar-me de responsabilidade e afins) mas sempre a achar que seria uma ideia passageira, mas afinal não! Já anda com este discurso há mais de 6 semanas e não estou a ver forma de lhe explicar que só tem de subir igreja acima com algo nas mãos e depois, na hora certa entregá-las ao padre. Assim, fácil. Se bem que eu devia pensar duas vezes... Eu própria, com a idade dela, nas bodas de ouro dos meus avós paternos, quando cheguei ao altar não t…

Preparativos para o casamento - gengivectomia: done!

Já ouviram falar? Não? Então eu explico de forma muito simples. A gengivectomia é uma pequena cirurgia que se faz para cortar a gengiva e ficar com mais dente exposto. A quantidade (milímetros) que se pode cortar depende, como é óbvio, dos dentes e das gengivas de cada um(a) e cabe ao vosso dentista avaliar previamente se é aconselhável ou não fazer.



Hoje fui fazer uma. Já tinha feito em 2010 e tinha adorado os resultados. Agora, com o casamento à porta, estava na hora de fazer outra vez, até porque a minha gengiva vai crescendo (muito lentamente) e voltando ao seu estado normal. E como eu tenho a gengiva mais saliente do que gostaria, entreguei-me novamente nas mãos da minha dentista (que confio plenamente e que não troco nem por nada, nem que a lista de espera para arranjar uma consulta sejam meses).
Esta pequena cirurgia é com anestesia local, dada em toda a extensão da gengiva que vão cortar (no meu caso só a de cima). Primeiro fiz uma limpeza (este passo não é obrigatório mas já…

A preparar a pele para o grande dia

Com o casamento a pouco mais de três meses de distância, à que começar a pensar nos cuidados com a pele para chegar ao grande dia e estar impecável.
Há dois meses que comecei a fazer uns tratamentos faciais com um especialista em medicina tradicional chinesa e foi ele que me recomendou este creme. Um creme super nutritivo e enriquecido com colagénio para devolver a elasticidade à pele e potenciar os resultados dos vários tratamentos que fiz. Os tratamentos passaram, numa fase inicial, por limpeza e esfoliação profunda e depois por uma série de técnicas e tratamentos (entre eles a microdermoabrasão) para diminuir as manchas, as linhas de expressão e uniformizar o tom da pele.
Atualmente não saio de casa sem usar este creme, seguido de protetor solar (já perdi a conta às vezes que o técnico que me está a fazer os tratamentos me disse que é impensável sair de casa sem protetor, mesmo nos dias em que não vemos o sol!). Estou a usar o creme (de manhã e à noite) há cerca de 3 semanas e not…

Casava-me com eles todos (com os sapatos, claro!) - parte II

Isto de gostar de sapatos é uma trabalheira porque causa uma indecisão enorme na hora de escolher os sapatos para o grande dia. Também é uma grande chatice não ser podre de rica e poder escolher os sapatos sem olhar ao preço. Se não, estes estavam debaixo da minha mira...





O meu casamento e a felicidade da minha afilhada são (aparentemente) duas coisas incompatíveis

Este fim-de-semana contei à minha afilhada (5 anos) que ia casar. Não era para contar tão cedo porque, para muitas crianças, às vezes é difícil gerir as expectativas e a ansiedade. Mas aproveitei um almoço de família para distribuir já alguns convites e a minha afilhada acabou por saber.
Quando ela viu o convite perguntou à mãe o que era e a mãe disse-lhe que a P e o F iam casar e ela ficou estática, sem reação e muda! Chamei-a à minha beira e expliquei-lhe que eu e o F (pessoa por quem ela te uma admiração imensurável) íamos casar e a reação dela foi tudo menos aquilo que eu estaria à espera: de olhos molhados, com a lágrima quase a querer saltar, abraça-se a mim e continua em surdina, sem uma única palavra, logo ela que tem sempre palavras para tudo! Perguntei-lhe se queria que eu casasse ao que ela me acena com a cabeça a dizer que não... (não sei o que lhe vai na cabeça e que ideia é que ela tem do que é o casamento, ou as mudanças que ela está a antecipar... mas ela não fiou fã …

Vestido de noiva: check!

Está escolhido o vestido para o grande dia! Yehhhhh
Agora o próximo passo é escolher os sapatos.

Vestidos de noiva - To be continued

Depois de uma primeira ida a uma loja de vestidos de noiva em que não me identifiquei com nada (como contei aqui), agora estou no pólo oposto: gosto de quase tudo o que experimento (dentro dos modelos que estou a testar, como é obvio!). E hoje, depois de experimentar meia dúzia de vestidos, a minha irmã chegou a uma brilhante conclusão: era mais fácil se eu fosse gorda, baixa e sem pescoço! Assim, ficava mais limitada na escolha e estava a coisa decidida. Mas não, estou numa fase em que acho quase todos bonitos, com potencial e a assentarem-me bem (modéstia à parte), e isso está a dificultar a escolha! A minha mãe está no mesmo dilema que eu: gosta de me ver com vários! A minha irmã, apesar de mais selectiva, está em dúvida entre três. As senhoras das lojas vêem todas com o mesmo discurso: "a menina é alta, elegante, fica-lhe tudo bem!". Obrigadinha! Esses elogios até sabem bem ao ego mas na altura em que tenho que decidir e escolher somente um vestido, esses elogios não aj…

Vestidos de noiva - relato de uma primeira experiência

Hoje fui experimentar, pela primeira vez, vestidos de noiva! Uohhhhhh A loucura!



E perguntam vocês: e então, como é que foi? Eu respondo, não se apoquentem que eu digo-vos: foi estranho, minha gente, muito estranho! Eu ainda não me consigo imaginar vestida de noiva, mesmo tendo vestido muitos vestidos, posto diferentes véus, testado diferentes modelos. Só para terem noção do nível do meu distanciamento em relação a ver-me vestida de noiva, a coisa mais interessante que eu consegui apreciar foi os vestidos que tinham bolsos (sempre a ver o lado prático da coisa! E por falar em lado prático da coisa, comecei também a pensar que, atendendo ao meu tamanho (1.76cm) e ao comprimento dos vestidos, talvez não seja má ideia ir de sapatilhas ou sabrinas. Lá no fundo ninguém vê os sapatos à noiva e assim posso jabardar noite dentro, em versão confortável).
Nos casamentos a que tenho ido (e são muitos!), gosto muito de ver as outras noivas para ver o vestido que levam, consigo apreciar bastante …

Instagram

Blogs que leio