Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens com a etiqueta chuva

Chegou o Outono

Eu sei que no calendário o Outono já começou à algum tempo, mas para mim, lá no meu íntimo, o Outono só começou hoje. O que por um lado é estranho porque, lá no meu íntimo, o Verão já tinha acabado há muito tempo. Estava assim numa espécie de estação desconhecida em que o tempo já não é de Verão mas ainda é bom demais para já ser Outono. Mas hoje chegou o frio, o dia cinzento e... a chuva! Entramos efetivamente no Outono. Até hoje era uma espécie de limbo, uma cena diferente. A partir de hoje é oficial: chegou o Outono. Já não dá mais para andar de sandálias, blusas fresquinhas e tecidos leves. Já não dá para sair de casa sem um casaco e pensar se será preciso o guarda-chuva. Já sabe bem uma mantinha enquanto estamos no sofá.

Mais um dia a chover e monto o presépio

Não deve haver nenhum Português, sobretudo cá para o Norte que tenha saudades de chuva ou vento. Ando fartinha de sair à rua e levar com chuva nas trombas, vento e frio. Não apetece fazer nada, não apetece sair de casa e o meu humor anda pelas ruas da amargura. Qual é a solução? Ir ao cinema e ver filmes em casa! Assim não tenho de andar à chuva, não tenho de andar a levar com vento e frio como se estivéssemos em Dezembro.  Vi um pouco de tudo: suspense, drama, romance, comédia... Em tempos de guerra não se limpam as armas que é como quem diz, com um tempo de merda vê-se tudo o que aparece à frente.










E no meio de tanta mixórdia, uns surpreenderam pela positiva, outros cairão no esquecimento e outros ainda estou a digerir para saber se são bestiais ou uma bosta. E assim são os dias de chuva e frio por este lado.

Sair do armário

Hoje foi o dia. Já há muito que andava para arrumar a roupa dos armários mas andei sempre a adiar até que hoje de tarde me deu a motivação certa (deve ser da chuva e de não ter mais nada para fazer). Janeiro é o mês de delinear, de fazer resoluções, de tornar as coisas práticas e isso pode começar por coisas tão simples como pôr o nosso guarda-roupa mais prático e com mais espaço. Tirar o que já não se usa/serve, arranjar o que já está para ser arranjado há uma eternidade e organizar o que vai ficar.  Janeiro tem vindo a ser, ao longo dos últimos anos, um mês de pouco trabalho e por isso aproveito para tratar destas coisas que andamos a maioria do ano a adiar mas a dizer que precisamos de fazer. Hoje deu-me tal gana de simplificar que até a bijutaria estou a organizar (medo!). E a seguir vai a secretária!

Está tudo trocado

Agora que me andei a abastecer de chá frio é que tenho de me virar para o chá quente porque tenho a garganta toda dorida. Por via das dúvidas, e já que parece que tenho queda para os opostos, estou a pensar comprar um guarda-chuva a ver se o sol volta outra vez.

Só porque amanhã é dia de ir à nutricionista

A minha irmã vive para arruinar qualquer tentativa minha de ser saudável. Nem por amanhã ser dia de ir à nutricionista ela tem isso em consideração. Efetivamente as irmãs mais novas existem para nos desgraçar.  Então não é que vou eu à cozinha à hora do lanche feita pessoa saudável com a intenção de lanchar uma peça de fruta, 2 ou 3 nozes e na loucura duas bolachas Maria e encontro a minha irmã a fazer este delicioso Bolo de Chocolate de Caneca!! Eu bem tento ser saudável mas assim é difícil. Ainda por cima estava tão bom.

Pode não parecer mas ainda estamos no Verão

Dizem que no fim-de-semana vão estar temperaturas para cima dos 30 graus. A avaliar pelo tempo que está hoje, só acredito quando vir. E embora não esteja frio já me deu para calçar umas meias enquanto estou sentada à secretária a trabalhar. Não é por ter frio... mas dá outro conforto saber que está a chover e que tenho umas meias nos pés. Manias é o que é.

A culpa é do tempo

Estamos em Agosto mas mais parece que estamos em Outubro. Está frio, só chove e está um tempo cinzento. Uma pessoa quer fazer coisas diferentes para aproveitar as férias mas o tempo não deixa. Depois uma pessoa vai para a cozinha fazer coisas calóricas e enfardar como gente grande. Uma pessoa fica estendida no sofá uma eternidade sem fazer nada porque a preguiça apodera-se de nós. Uma pessoa não vai ao ginásio porque está a chover e o que apetece é ficar em casa (estendida no sofá ou a enfardar comida). A culpa não é minha, é do tempo. Que depressão!

Relembrem-me só em que estação é que estamos

Eu estava convencida que Abril já fazia parte da Primavera. Afinal parece que ainda faz parte do Inverno. Tenho um casamento daqui a quatro semanas e não me apetece ter de andar à procura de um casaco (já não basta a um mês do casamento ainda não ter roupa para levar, que será se ainda tiver de procurar um casaco. Detesto escolher roupa para casamentos!).

Vamos lá para o caos

Atendendo ao que choveu de manhã e tendo em conta que tenho de ir para Braga (aquela cidade que basta chover durante 10 minutos para ficar tudo alagado) daqui a pouco, não sei se vou de carro ou de barco.

Modernices que podem dar jeito

Guarda-chuvas que abrem ao contrário? Só podia ser uma invenção vinda da China. Se bem que, pensando um pouco sobre o assunto até é capaz de ser boa ideia, sobretudo quando duas pessoas se tentam abrigar debaixo do mesmo guarda-chuva. Assim já não se levava com as varetas na cabeça! Ou quando está uma chuva desgraçada e tentamos entrar à pressa no carro fechando de imediato o guarda-chuva e enfiando-o dentro do carro acabando por molhar tudo lá dentro. Com estes, a parte molhada fica para dentro e já não se molha tudo o que toque no guarda-chuva. São da marca UnBrella e podem saber mais aqui.


E com a chuva é mais ou menos isto no trânsito

Estradas completamente inundadas, trânsito caótico e uma pessoa a ter de dar uma grande volta só para evitar pontos mais complicados. Mas ou é isto ou é começar a sair de casa de barco, sempre que tiver de ir para Braga. Por alguma coisa a cidade é conhecida como "o penico de Portugal" (para além de ser a eterna cidade dos "três P´s").

São João, São João dá cá um balão

Só espero que o tempo melhore e que a chuva não queira dar o ar da sua graça. As pessoas estão a precisar de animação. Já basta o dia-a-dia cinzento. Que venha uma noite colorida para animar a malta. 
Agora só tenho de encontrar o meu martelinho do ano passado (para não ter de voltar a comprar novamente um como acontece todos os anos), manter a boca fechada para não comer alho sem pedir e bora lá para a festa.

Caso a chuva se arme em espertinha, bem que fazemos a festa em casa que o que importa é boa disposição.

Parece que a chuva vem a caminho

Eu não sei quanto a vocês mas esta noite soube-me pela vida esta descida de temperatura, Poder dormir sem estar constantemente a acordar com o calor (e com os tropeteiros que já dão o ar da sua graça), poder ter o lençol por cima do corpo e isso não me aborrecer, não acordar toda transpirada e sobretudo ter conseguido dormir alguma coisa de jeito.
Agora o S. Pedro que não se estique quanto à descida de temperatura e à chuva. O São João está ai à porta e eu não me recordo de uma noitada com chuva. Por isso querido S. Pedro, vamos deixar de lado o ciúme e mandar bom tempo para o teu colega santo.

És um querido, caro S. Pedro

Obrigada S. Pedro por me fazeres ter de andar à procura do guarda-chuva antes de sair de casa. Obrigada por fazeres com que tenha de por novamente as sandálias de lado e voltar para o calçado sem graça. Obrigada por fazeres com que não haja saudades de chuva ao longo de todo o ano. Obrigada por fazeres com que a segunda-feira seja ainda mais difícil.

Já não se aguenta

Eu sei que estamos no Inverno, mas não era preciso chover incessantemente há já dois meses. E eu que não acho particularmente grande piada à chuva e a ficar toda ensopada assim que meto um pé fora de casa. A comer cabelo de tanto que é o vento. A ter de andar de galochas dias seguidos. A tentar manter o guarda-chuva direito e levar com as varetas nas fuças porque o vento é muito. A esticar o cabelo antes de sair de casa e dois minutos depois de por o pé na rua ficar a parecer que andaram cá galinhas a fazer ninho para pôr os ovos. E o frio que tem estado? Se é para estar frio ao menos que parasse a chuva, as duas coisas juntas é que não! Já não se aguenta.  Vou agora ali vestir a farda "missão anti-chuva/frio/vento" e fazer-me à vida.

Água que nunca mais acaba

Acho que vou dar uma espreitadela no OLX a ver se está a venda algum barquito pequeno com um preço em conta. A chover como tem chovido, muito em breve para sair de casa só de barco.

Do oito ao oitenta

Isto é que foi uma transição apressada das sandálias para as galochas! Onde é que está a fase de andar de sabrinas, de sapatos e afins? Está bem que eu tenho dois pares de botas para estrear mas não havia necessidade de antecipar assim tanto a coisa.

Positivismo num dia cinzento

Relato de um dia (tempo) chatinho

Não havia necessidade de o Outono começar logo com chuva. A habituação à nova estação já é difícil, então com este tempo é uma desgraça. Não podia somente começar a baixar a temperatura e os dias começarem a ficar mais curtos, mas manter-se o sol?  Ainda não estou preparada para deixar as sandálias no fundo do armário até ao próximo ano e voltar a calçar sapatos, botas e afins.Não sei onde está o guarda-chuva de tamanho pequeno que cabe dentro das malas e não me apetece ter um guarda-chuva grande como companhia. A juntar a todo este cenário cinzento, estive o dia todo em frente ao computador a fazer análise de dados. Um dia fantástico portanto.

Instagram

Blogs que leio