Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2016

A rapariga no comboio

O livro que tanta gente falou quando saiu, o livro que esteve nos tops em muitos sítios. Depois de passada a euforia veio-me parar às mãos e comecei-o a lê-lo este fim-de-semana. Comecei um bocado desconfiada devido à fama que se gerou em seu torno ("o que raio tem este livro de tão diferente e tão bom para tanta gente o ter escolhido?"), mas o que é certo é que, também eu estou rendida. O livro é tão empolgante que de uma assentada li mais de 70 páginas (e só não li mais porque tive de me fazer à vida). É difícil parar, queremos sempre saber mais, descobrir, desvendar história. Adoro livros assim, fáceis de ler, leitura simples e corrida mas intensa. Sempre acreditei que o simples é o mais belo e cativante e este livre dá-me razão. Pelo menos para já.

Maleitas de quem corre #1

Isto de ir correr é muito bonito, é saudável, faz emagrecer, bla bla bla mas ninguém alerta para as coisas más que isto tem. Pois que desde que comecei a levar as corridas a sério e que faço três corridas por semana que os pés deixaram de estar em condições para andarem desnudos. Se até ai tinha uns pés bastante aceitáveis, hoje em dia escondo-os o mais que posso.  Eu explico: correr é incompatível com ter as unhas pintadas sem estragar o verniz. Com a pressão que se faz na parte da frente do pé nas descidas, a ponta das unhas, sobretudo do dedo grande, acaba sempre por perder o verniz. E não é de ser de fraca qualidade porque até agora durava muitos dias impecável. Para além de andar sempre com o verniz lascado (isso ou pintar as unhas sempre que chego da corrida) tenho os dedos cheios de bolhas. Os meus pés incham muito e por muito confortável que o calçado seja, ou compro 4 números acima (o que ainda não experimentei mas já me passou pela cabeça em situações mais aflitivas) ou ent…

Um dia não são dias

A minha maninha entrou de férias do mestrado no sábado por isso, como eu não tinha nada marcado para ontem tiramos o dia só para nós. Saímos de casa a meio da manhã e voltamos ao fim da tarde. Quando temos dias assim, só nossos, "dieta equilibrada" é um conceito que não entra no nosso dia. E não bastasse cada uma de nós em separado já ser muito gulosa, as duas juntas é uma mistura explosiva. Uma diz mata a outra diz esfola e embora eu ultimamente tenha andado mais controlada nos doces ontem o dia foi para a desgraça. E não perdemos tempo, começamos o dia a tomar o pequeno-almoço no McDonald´s. Nunca tinha experimentado e ontem ela sugeriu e lá fomos: panquecas com caramelo acompanhado de um chocolate quente. Uma bomba eu sei, mas soube-me pela vida, sobretudo as panquecas. São super fofinhas e deliciosas. Eu sei que há muito outros sítios com panquecas deliciosas e saborosas mas as do McDonald´s surpreenderam-me pela positiva. Não tinha grandes expectativas, pensei que ia e…

#euvigioasminhascostas

Com o Verão ai em força, não se esqueçam nunca de ter atenção à vossa pele. Não queiram esturricar ao sol como frangos no espeto e protejam-se. E estejam atentos a todos os sinais que a pele nos dá. A nova campanha da liga portuguesa contra o cancro alerta para a atenção redobrada que devemos ter para as zonas do nosso corpo menos acessíveis. Aqui fica a campanha para que todos estejamos alerta.

...

Hoje, infelizmente, enquanto conduzia, vi uma carrinha mesmo à minha frente a atropelar um gato. Um gatinho lindo, cor de mel e muito peludinho. Vim para casa com um nó na garganta. A minha mãe, numa de relativizar o meu mau-estar sai-se com "não penses nisso, era pior se fosse uma pessoa!". Sim, efetivamente era pior se fosse uma pessoa mas o que é certo é que não me sai da cabeça a imagem do gatinho no meio da estrada a espernear e a contorcer-se sem conseguir sair dali. Ficou em sofrimento, no limbo entre a vida e a morte e essa imagem continua na minha cabeça.

Coisas que não compramos e que nos deixam felizes

Os saldos já começaram e eu já fui dar uma espreitadela em duas ou três lojas, as do costume no resto do ano. Entro eu na Zara, avisto estas culottes e vou para o provador com elas, tamanho M, cor-de-rosa lindo, tecido tal como eu gosto e à espera que me assentassem como uma luva. Visto-as toda esperançada que tinha encontrado as culottes perfeitas mas... estavam-me largas! Eu que sempre usei o M na Zara ficava com as calças larguíssimas na cintura (e consequentemente não assentavam nada bem). Isto de ir correr de forma regular tem as suas vantagens e começa a mostrar alguns resultados. Moral da história: sai da loja sem as calças mas mais feliz e sem ter gasto dinheiro. As mulheres são mesmo estranhas: ficam felizes quando compram algum trapo novo mas também podem ficar felizes quando não compram nada. 

Make up - Sun stripping

Dizem que esta é a nova tendência e o último grito na arte da make up. Para quem nunca ouviu falar, não fiquem tristes e a pensar que estão a passar ao lado das grandes tendências porque eu também só ouvi falar disto à uns dias (dizem os entendidos que há uma vida para além da internet e eu de vez em quando dedico-me a viver). A técnica chama-se Sun Stripping e deixo-vos aqui um tutorial para poderem ver como se faz.

Raciocínio de criança

Estava eu um dia destes em consulta com uma criança de nove anos e para uma atividade que estávamos a fazer, pergunto-lhe o nome das pessoas que faziam parte da sua família mais próxima. Ela lá começa a enumerar os nomes e no meio de tantos nomes próprios diz-me "Tia Graça". Eu digo que só quero mesmo o nome, e por isso que escreva na folha que tinha à frente apenas Graça ao que ela me responde: "mas a minha tia chama-se mesmo Tia Graça, é o nome dela!". Eu lá lhe explico numa linguagem própria para a idade que certamente o nome dela será só Graça e que tia é o grau de parentesco, tal como é pai, irmão, primo ou avó, mas ela insiste: - Não! Ela chama-se mesmo Tia Graça! Se não fosse esse o nome dela porque é que os meus pais me disseram que eu tinha de lhe chamar Tia Graça? E se não fosse esse o nome dela porque é que ela me responde quando eu a chamo de Tia Graça? Eu chamo-lhe Tia Graça desde que nasci, esse é o nome dela! E pronto, com tamanho argumento quem pas…

Como ficar com o dia estragado em segundos

Acordei toda animada, fui correr 8 quilómetros, vinha para casa toda orgulhosa de mim por ter vencido mais uma vez a preguiça, saio do carro com a tralha nas mãos (porque, como é óbvio não levo bolsa para correr) - telemóvel, auriculares, chaves de casa, chave da carrinha e garrafa de água e eis que me cai alguma coisa ao chão. No meio de tanta coisa o que é que me caiu? O telemóvel. O que é que aconteceu? Estalou o vidro todo! Porque é que eu estou para lá de furiosa, possessa e enervada? Porque tenho telemóveis pr´ai à 15 anos e nunca parti ou estalei um ecrã, mesmo sem usar qualquer protecção nos ecrãs (ou quando usei eram aquelas películas compradas nas lojas dos chineses ou no ebay que são apenas para não arranhar o ecrã). À coisa de 3 semanas comprei uma película toda xpto de vidro temperado e mais não sei o quê para que, em caso de quedas não estalasse o vidro e o que é que me acontece? A película está intacta e o vidro todo estalado! Se eu sabia estava quietinha e deixava com…

Aviso à tripulação

Só para avisar que os saldos na Zara este ano começam mais cedo e começam já amanhã!! Comecem já a fazer o aquecimento, ponham as caneleiras, a armadura e o capacete de lado que amanhã começa a batalha. Para as mais desatentas, a Sephora já entrou ontem em Saldos e a Women Secret já está com saldos fantásticos à vários dias.

Copo 1/2 - Sugestão gastronómica

Este fim-de-semana tive mais um aniversário de 30 anos (eu bem digo que este ano é o ano dos 30 para muitos dos meus amigos e colegas) num restaurante em Braga que não conhecia - Copo 1/2. O restaurante fica no centro (perto do Arco da Porta Nova) e ficou-me também na memória. Um espaço bastante agradável e confortável, o restaurante dispõe de várias salas com ar condicionado e televisão, o que se torna óptimo para jantares em grupo porque acaba por haver mais privacidade. A sala onde estávamos era só para nós (à volta de 30 convidados), com uma televisão para vermos o jogo e ar condicionado na sala. Para além das diversas salas tem ainda esplanada para as noites mais quentes. Quanto à comida, podem pedir à carta ou em caso de grupos pedir por menus com preços variados, com excelente qualidade. Eu fiquei deliciada com o arroz de tamboril com gambas e, comilona como sou, ainda fui provar a vitela que o namorado pediu (carne super tenra e muito bem confeccionada). Um aspecto positivo p…

Finalmente Verão

Depois de uma Primavera de caca que já não lembra nem ao menino Jesus, finalmente o tão esperado Verão. Finalmente parece que vamos ter uns dias de calor (não porque começou o Verão mas porque a meteorologia assim o diz que isto agora de estarmos no Verão não quer dizer nada!). No que me toca, tenciono aproveitar os próximos dias de calor para ver se ganho uma cor de gente normal e não esta cor que mais lembra publicidade a detergentes da roupa do género "branco mais branco não há".

Esta semana estamos assim #56

Dizem que as altas temperaturas estão aí à porta. Se estão ou não, só quando vir é que acredito (nestas coisas sou como o São Tomé, "ver para crer"). Para já aquilo que acredito mesmo é que as minhas mãos já gritam Verão com esta cor maravilhosa.

Objeto de desejo da semana

New in

Os meus olhos esbarraram por acaso nesta mala e pronto, estava o caldo entornado; teve de vir comigo. Estava a pensar em comprar uma mala mas ainda não me tinha dado sequer ao trabalho de procurar. Pior, não tinha uma ideia daquilo que queria, só sabia que queria. E assim que vi esta soube que era isto que eu precisava (e ainda por cima a um preço acessível. Junta-se o útil ao agradável). Cada vez gosto mais deste formato de malas. É já a terceira que tenho assim e cada vez as acho mais versáteis e adaptáveis a vários estilos.

Afinal isto da corrida até tem alguma piada

Calma! Ainda não me converti ou passei para o lado de lá! Ainda não sou uma pessoa viciada nas corridas, fanática ao ponto de saltar da cama as 6 da manhã mesmo estando de férias só para cumprir o plano das corridas. Calma, não é isso. Ainda continuo a preferir estar à mesa a comer um bom petisco do que na rua a correr de um lado para o outro. Mas em cada dia que vou correr acabo por gostar de um pormenor diferente. E hoje voltei a sentir-me uma criança enquanto corria. E porque? Porque basicamente corri o tempo quase todo à chuva. E correr à chuva  enquanto corremos é muito diferente de fugir à chuva enquanto saímos de um edifício para entrar noutro ou para ir para o carro. Ai maldizemos a nossa sorte e pensamos logo no aspeto de cão molhado com que vamos ficar.  Hoje foram sete quilómetros à beira rio, de início com uma chuva muito miudinha mas depois com chuva tão forte que mal dava para abrir os olhos. Tanta chuva que doíam-me mais os braços de levar com a chuva forte do que as p…

Run Forrest, Run!

Não sei o que se passou comigo, mas de um dia para o outro lembrei-me de começar a correr. Em Abril fui correr duas ou três vezes mas sempre contrariada e em grande esforço (mesmo sendo a passo de caracol e curtas distâncias). Em Maio corri pr´ai duas vezes e fiz uma caminhada de 15 quilómetros. Em Junho assim do nada deu-me o clique e comecei a correr três vezes por semana. Comecei a aumentar gradualmente as distâncias, comecei a melhorar os tempos e comecei a notar que cada vez corro com menos esforço e sacrifício. Para meu próprio espanto, tenho levado as corridas com regularidade. Mais espanto ainda, tenho ido correr sozinha sem precisar de compromisso com alguém para ser obrigada a sair de casa e ir correr. O que mais motiva a ir correr é superar-me a mim própria, é ver que há alguma melhoria de uma corrida para a outra, é aumentar distâncias, baixar tempos e ganhar resistência. Não sei se daqui a um mês me passa esta febre e esqueço as corridas mas para já tenho levado a coisa …

Cell

Alguém por esses lados que já tenha visto este filme, com John Cusack e Samuel L. Jackson? E então, o que acharam? A que conclusões chegaram? Conseguem-me dar uma breve explicação do filme, sobretudo do final? É que, ou eu sou muito limitadinha na compreensão ou então este filme é muito à frente e cada um que pense o que quiser. E eu não gosto muito de chegar ao fim de um filme e ficar com a sensação que não percebi muito bem o que ali se passou (aquilo a que se chama "ficar a saber o mesmo").

Saldos na Women Secret

A Women Secret já entrou em saldos a semana passada mas só este fim-de-semana é que fui lá dar uma espreitadela. Tinha o voucher de aniversário que a marca oferece (6€) para gastar e aproveitei que os saldos já tinham começado para o usar. A escolha recaiu sobre este pijama alusivo à série Gossip Girl (série que nunca me cativou, contrariamente a este pijama). E estão muitos de vocês a pensar "esta gaja não bate bem das ideias! Agora que vem o calor ela compra pijamas de Inverno?!". Pois, eu sou assim. Eu estou sempre um passo à frente nas estações. Eu aproveito as pechinchas quando elas me aparecem à frente independentemente da estação (e assim no próximo Inverno tenho um pijama novo, fofinho e confortável para estrear)! Então reparem lá nesta pechincha: antes dos saldos o pijama custava 29.99€, em saldos ficou com 70% de desconto, mais o voucher de aniversário e mais uns cêntimos que tinha acumulado no cartão e o pijama ficou-me por 3€! Ah pois, digam lá se eu não sou boa…

New in - Catrice

A minha base preferida (da Oriflame) acabou e como na Oriflame os produtos são vendidos por catálogo e ainda demoram alguns dias, fui comprar uma para substituir temporariamente a minha. Uma que não fosse muito cara mas que cumprisse minimamente a função até comprar novamente a da Oriflame. A escolha recaiu sobre esta da Catrice - All Matt plus (cor 015 - vanilla bege), à venda nas lojas Wells (não chega sequer a 8€). Na Wells tem os testers para verem qual a vossa cor (há quatro cores disponíveis).




O que diz a marca: Base de maquilhagem All Matt Plus - Shine Control. Maquilhagem anti-brilho, de longa duração com pigmentos reflectores de luz para uma tez mate uniforme, como seda. Hidratante, oil-free, testada dermatologicamente.

O que eu acho: É uma base que efetivamente não deixa brilho (mas, mesmo assim, gosto de pôr um pó compacto para fixar melhor e retirar qualquer amostra de brilho), não se sente a pele a secar ou a estalar durante o dia e deixa a pele bastante macia.  Quanto à d…

Que a bola comece a rolar

Ainda bem que hoje começa o Europeu... já estava a ressacar de futebol! Ter de esperar até Agosto para voltar a ver os jogos do campeonato é uma espera longa de mais. E tendo em conta que o fim do último campeonato foi de intensidade máxima, depois fazer o desmame é coisa difícil de gerir. Mais logo, e como o início do campeonato da Europa é algo que merece comemoração, churrascada com os amigos, televisão no terraço e fazer figas para que o São Pedro nos dê uma noite agradável.

Para os dias quentes

Se a minha veia consumista fosse mais forte que a minha consciência, estava debaixo da ponte a morar e a pedir esmolas. Mas estava em bom, com estes trapinhos da Zara.




Mundos diferentes. Realidades diferentes

Percebemos que vivemos num pais privilegiado e fantástico quando lidamos com pessoas vindas de outros sítios que não o nosso.  Ontem, enquanto estava no curso de fotografia, com a janela aberta para entrar a brisa e a luz do fim de dia/inicio de noite e a deliciar-me com tudo o que o professor nos ensina fui perturbada (eu e toda a turma) por um barulho estridente de um caderno a bater contra a parede. Paramos todos para ver o que tinha sido e rapidamente percebemos que tinha sido uma das formandas que tinha esborrachado  violentamente algum bichinho voador contra a parede.  Há muitos bichos que no geral não gostamos tipo baratas, aranhas e afins (pelo menos eu, tudo o que sejam bichos rastejantes pelo seu ar horripilante, fujo a sete pés). Agora moscas, libelinhas e insectos pequenos, no geral não nos perturbam. Mas isso somos nós, portugueses, habitantes de um pais fantástico à beira mar plantado. Para aquela miúda um insecto era uma ameaça, algo que a estava a deixar a hiperventil…

Agora é que vai ser disparar

Hoje vou começar uma coisa que já há muuuuuuito que queria fazer. Algo que fui sempre adiando porque outras prioridades se sobrepunham, ou de tempo, ou de dinheiro ou de outra coisa qualquer. Só que desta vez não há mais desculpas. Alguns amigos deram-me de prenda de aniversário um curso de iniciação à fotografia e hoje, ao fim do dia, lá vou eu de máquina ao ombro para aprender coisas novas. De que me serve ter uma máquina com mil e uma funções se tiro quase sempre fotos em modo automático ou eu modos pre-definidos onde basicamente só mexo na intensidade, flash e cor? De que me serve ter boas lentes se não sei tirar partido delas? Sempre gostei muito de fotografia, sempre me perdi por blogs com fotos bonitas, em páginas de fotografia, em revistas com paisagens, pormenores e contrastes. Mas até à três anos atrás não tinha uma máquina que me permitisse explorar mais. Com a máquina na mão rapidamente percebi que a fotografia tem muito que se lhe diga e não é qualquer um que sabe mexer …

A propósito do novo sistema da carta de condução

Assunto: fruta

Sábado de manhã - altura em que muita gente vai aos mercados ou aos hipermercados para se abastecer para a semana, comprar o peixe, a carne, os legumes ou a fruta. E se o peixe e a carne é só pedir, os legumes e a fruta temos de ser nós a escolher. E quem não sabe como escolher a fruta arrisca-se a vir para casa com um ananás ainda verde, uma meloa sem sabor ou um abacate intragável.  No que a mim me diz respeito, e como não sou apreciadora de muita fruta, há muitos truques que eu desconheço (ou desconhecia) por isso se tiver de ir comprar fruta que não aquela que habitualmente como arrisco-me a vir para casa mal servida. A pensar em pessoas como eu (que quero acreditar que não sou a única) o blog Casal Mistério fez um post super interessante a explicar detalhadamente como devemos escolher algumas frutas. Deixo aqui o link para que possam espreitar 11 dicas úteis na hora se saber se a fruta está madura. Por isso, antes de saírem de casa para irem fazer as vossas compras, leiam isto c…

Bom fim-de-semana

Estes últimos três dias de sol abriram-me o apetite para o fim-de-semana.  Que venha ele e de preferência com mais sol para se poder fazer programas ao ar livre.

Objeto(s) de desejo da semana

Por favor, não!!

Homens deste país, não serei a primeira pessoa a fazer este alerta e certamente não serei a última: coçar as vossas partes intimas em público com a mesma "energia" de quem está com alguma alergia na dita zona, não é bonito de se ver. Pior do que não ser bonito, chega a ser repugnante o ar prazeroso com que vocês o fazem. E já que estou numa de apontar o dedo, também não é bonito nos dias de maior calor andarem com a T-shirt levantada, apoiada na pança saliente (geralmente coberta com uma carpete de pelos) e esfregarem a dita cuja como se fosse uma bola de cristal que vos vai dizer qual vai ser o vosso futuro. Eu que não tenho uma bola de cristal consigo, assim de repente, pensar em duas ou três coisas que vos podem acontecer de futuro. Mas isso deixo para mim. Mulheres, não se estejam ai a rir e a abanar com a cabeça porque algumas de nós, às vezes também deixam as boas maneiras na cama a dormir quando saem de casa. Andarem a tirar o fio dental do rabo como se andassem a fa…

Serei só eu?

Não há vez nenhuma que pegue neste instrumento e que não associe isto a um instrumento de tortura. Algo que a máfia italiana poderia muito bem usar para torturar os seus prisioneiros. Quando aproximo isto dos olhinhos passa-me sempre pela cabeça que a coisa pode correr mal. Talvez por isso não use isto com a frequência que pensei que usaria quando comprei o meu, há alguns anos atrás. Pensando bem, os homens tem alguma razão quando dizem que as mulheres estão sempre a inventar coisas para precisar de comprar. Já não basta o rímel, ainda é preciso o primer para pestanas e este instrumento de tortura para aumentar a curvatura das mesmas.

Venha dai um novo mês

Maio é para mim um mês de excelência e este ano foi tal como eu gosto: super preenchido e com lembranças que ficarão para sempre na memória.  Hoje começa Junho. Junho não me diz tanto como Maio mas um mês que começa a celebrar a infância e também o início do Verão só pode ser um bom mês. Pelo menos começou com um dia maravilhoso de sol e isso já é um bom pronuncio.

Instagram

Blogs que leio