Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens com a etiqueta Taras e Manias

E a saga dos stroopwafels ainda não terminou

Depois de ter ido propositadamente a seis hipermercados diferentes à procura dos waffles holandeses, e já a entrar um bocado em descrença, combinei um café com a amiga que me disse que no Continente perto de onde ela mora havia os stroopwafels. Em desespero, combinamos o ponto de encontro.... no dito Continente! Assim não há que enganar, vou com a fonte ao local (sagrado).  
Eu sei que há um milhão de sítios melhores para se combinar encontros com as amigas, eu sei que ninguém precisa de levar com as minhas taras e acessos de gulodice, mas a M. está comigo nesta luta. Ela, que passou a gravidez a comer estes waffles compreende-me e sabe que depois de se provar já não há volta a dar!


Mania das listas

Sou, efetivamente, uma pessoa que adora fazer lista só pelo prazer de ir riscando à medida que as coisas vão sendo feitas e para me certificar que não me esqueço de nada. Sou perfecionista e detesto perceber que me esqueci de alguma coisa por pura distração ou desatenção. Até quando vou de viagem gosto de fazer uma lista sobre o que devo levar na mala. E como detesto (cada vez mais) fazer malas, a lista sempre me dá alguma leveza na tarefa (e o prazer de ir riscando coisas à medida que vou metendo as coisas na mala).  Agora toca a ganhar alento e fazer a mala para amanhã descolar para mais uma viagem.

Manias

Adoro ver um look total em ganga... nas outras pessoas! Em mim, não consigo gostar. Implico logo com a diferença de gangas ou de cores.
Estupidez, é o que é!

Afinal gosto de vinho... e não sabia!

Ao longo destes 30 anos da minha existência sempre disse que não gostava de vinho. Na generalidade não sou apreciadora: não gosto de vinho tinto, branco, verde, maduro ou verde, vinho do porto, champagne e outras espécies que tal. Também, verdade seja dita, nunca dei grande oportunidade ao vinho e sou muito resistente a experimentar (quando era mais nova só o cheiro já me causava alguma repulsa). A única coisa que ainda escapa é o Moscatel de Setúbal (se for misturado com 7Up a coisa escorre bem demais...) e Favaios. Depois há as sangrias mas isso já estamos a desvirtuar o conceito de vinho no seu estado puro uma vez que é uma mistura que altera completamente a essência do vinho.
Mas... e há sempre um mas... na passada semana, num jantar que tive a coisa mudou. Muitas pessoas sentadas à mesa, diferentes tipos de vinhos e à minha frente estava uma garrafa de Lambruscorosé (para além de uma garrafa de água que só eu estava a beber). Eu com o meu copinho de água, toda contente e feliz a…

Panca, é o que é

Mas detesto sair de casa sem um anel.  Detesto quando me esqueço de sair de casa sem anel e só dar conta na rua.
É como se faltasse ali qualquer coisa... Se saio de casa sem um anel passo o tempo todo a olhar para o dedo. É isso e o relógio.

A mim não me apanham

Nisto da moda dos batidos!
Os de fruta ainda consigo perceber (mais ou menos), se bem que quem gosta de fruta prefere trincá-la, mastigar, sentir a textura e o sabor verdadeiro. Agora aqueles que levam vegetais, em que se mistura uma série de vegetais e legumes (ainda por cima crus) e depois vai tudo à liquidificadora... nahh!!! No meu tempo isso chamava-se sopa passada e comia-se à colher. Hoje em dia chamam-se batidos e bebe-se. Modas é o que vos digo. A mim não me apanham nisso. Gosto dos meus suminhos naturais (somente com fruta), como a fruta inteira e a sopa como-a às refeições e com colher. Até podem ser muito bons, não aponto o dedo a quem os consome (se bem que acho muita piada aquelas pessoas que andam nisto dos batidos saudáveis e depois enfardam fast food como se não houvesse amanhã), quem gosta que use e abuse agora a mim não me convencem.

Pode não parecer mas ainda estamos no Verão

Dizem que no fim-de-semana vão estar temperaturas para cima dos 30 graus. A avaliar pelo tempo que está hoje, só acredito quando vir. E embora não esteja frio já me deu para calçar umas meias enquanto estou sentada à secretária a trabalhar. Não é por ter frio... mas dá outro conforto saber que está a chover e que tenho umas meias nos pés. Manias é o que é.

Cada um com a sua mania. E esta definitivamente não é a minha

Enquanto que nesta época anda (quase) toda a gente doida por figos e a deliciar-se com esta fruta da época eu só posso dizer que detesto figos. Só a sua aparência já me faz fazer cara feia. Parecem-me pequenas minhocas todas alinhadas e à espera de serem comidas.  Eu sei que sou um ser estranho, escusam de mo vir dizer. Mas também há gente que não gosta de chocolate e eu não ando para ai a achincalhar ninguém, até agradeço por isso (mais sobra!).

Modas

Definitivamente não sou uma mulher que gosta de Gin. Baileys, cidra, sangria, moscatel... isso sim. Mas Gin definitivamente não.

Gulosa com excepções

Sou uma gulosa nata. Enfardo (quase) tudo o que seja doce: bolos, gomas, rebuçados, chocolates, amêndoas, bombons, cupcakes, semi-frios, gelados, marcha tudo. Desde que seja doce (se bem que adoro chocolate de culinária e esse não é assim tão doce quanto isso. Mas é chocolate!).  A única coisa que não marcha mesmo é se essas coisas tiverem recheio de menta (destesto After Eight por causa disso). Mas achei que a minha única excepção era mesmo só essa - cremes/recheios de menta. Afinal não. Para além de coisas com recheio de menta também não gosto do sabor de menta por si só. Por isso gelados de menta também não marcham (nem que venham misturados com chocolate).  Comer um gelado de menta só me faz lembrar os meus tempos de criança em que a minha mãe, volta e meia e já em desespero me esfregava Vicks no peito. Acho que fiquei traumatizada com o cheiro desde então (e pelos vistos o gosto ficou traumatizado por solidariedade).

Experimentei e gostei (muito)

Para quem como eu anda obcecada com chás, experimentar novos sabores torna-se um vício. Sei que este já existe há algum tempo mas ainda não lhe tinha posto a boca em cima. E depois de experimentar só vos digo: é delicioso! Tem um cheirinho fantástico que faz lembrar sobremesas. E para alguém gulosa como eu isso é motivo mais do que válido para gostar.

Uma espécie de desorganização temporal

Não sei viver sem relógio. Este fim-de-semana calhou sair de casa sem relógio. E mesmo não precisando de controlar as horas nem tendo hora marcada para nada sentia a falta do relógio. Parece que não sabemos a quantas andamos. Se o tivesse talvez passasse a saída toda sem olhar para ele. Mas sem ele senti falta. Não é um acessório meramente decorativo. É algo imprescindível. Pelo menos para mim (e nem os telemóveis o substituem).

Taras e manias #10

Adoro material escolar. Facilmente me convenço constato que preciso de mais um bloco de notas, post-its, lápis, canetas e afins. E agora deu-me para querer preciso de uma caneta da BIC em dourado É quase um voltar aos tempos de escola em que havia sempre pelo menos uma caneta BIC no porta-lápis mas agora numa versão moderna.  Elas já andam por aí há algum tempo mas só agora é que me apercebi que "preciso" de uma. Não fossem as da FNAC estarem todas riscadas de estarem todas juntas e desprotegidas e eu já tinha a minha BIC dourada. Assim sendo, vou ter de a ir procurar a outro sítio.

Serei só eu...

Que não consigo sair de casa sem pôr perfume? A minha carteira bem que gostava que eu não gostasse tanto de perfumes (e de experimentar perfumes novos) mas não consigo não pôr perfume antes de sair de casa. Tenho uma amiga que diz que não usa perfume porque os cremes de corpo e afins já deixam o corpo perfumado mas para mim não é a mesma coisa. Não é a questão de "tomar banho em perfume" e a pessoa deixar um rasto de cheiro cinco minutos depois de já ter passado (isso, aliás, detesto) mas gosto quando nos chegamos perto de alguém e sentimos um bom perfume. Gosto da ideia de associar a pessoa a um cheiro específico. Ou de associar determinado perfume a uma época de vida. Ou a um estado de espírito. Isto dos perfumes afinal tem muito que se lhe diga.

Estou a ficar mesmo uma pessoa crescida... Até já tenho algo que depende de mim

Podia ser um filho. Podia ser um animal. Podia ser alguém para "tomar conta". Mas não. É simplesmente a minha nova plantinha.  E embora eu não ligue muito a vasos e a flores no geral (óbvio que gosto de ver sítios decorados com belas flores, ou de receber um bonito ramo, mas dai a dizer que adoro plantas e flores vai um passo muito grande) adoro orquídeas e já há muito que andava de olho nelas. É uma panca que me deu já há muito tempo mas podia ser bem pior. Ao menos é uma panca inofensiva, barata e saudável. Agora só me falta saber como tratar de orquídeas e rezar para que ela não me morra ao fim de meia dúzia de dias.

Taras e manias (ou a preguiça de mudar de brincos diariamente) #10

Por muito que goste de brincos coloridos, grandes, vistosos e diferentes, no dia-a-dia acabo quase sempre por andar com umas pérolas. Dá com tudo e como são discretas não tenho de me preocupar em ficar bem ou não com os outros acessórios porque fica sempre bem.

Taras e manias #9

Adoro camisas e casacos com cotoveleiras.  Não só em roupa de mulher, mas também na de homem e de criança. Pequenos pormenores que me fazem toda a diferença na altura de escolher alguma peça.

Manias estranhas

Ter uma casa de casal para dormir e ao invés de me deitar confortavelmente no meio da cama e desfrutar de todo o espaço, dormir sempre numa ponta da cama, como se estivesse alguém no outro lado. Estupidez eu sei, mas para dormir, tenho sempre de me deitar no mesmo lado da cama. E mesmo assim, preciso de ter três almofadas na cama.

Quando a preguiça ataca, remedeia-se...

Estou tão preguiçosa hoje que ao invés de pintar as unhas e escolher uma cor diferente para a nova semana que ai se segue (uma mania minha de não repetir a mesma cor duas semanas seguidas) , apenas retoquei as pontas que estavam lascadas.  Às vezes sou assim - dá-me a preguiça nas coisas pequenas do dia-a-dia. O problema nem é o trabalho de as pintar. O problema é a paciência para não tocar com as mãos em nada enquanto elas secam. E quem me conhece (sim maninha, tens razão quando dizes que eu sou um desastre enquanto estou à espera para secar as unhas) sabe da tendência que eu tenho para tocar em todos os sítios e mais alguns depois de as pintar.

Taras e manias #8

Não como maçãs à dentada. 
Tem de ser sempre cortadas às fatias e sem casca! Esquisitices, portanto!

Instagram

Blogs que leio