Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens com a etiqueta moda

Não sei que diga, não sei que pense

O meu namorado, regra geral, gosta da maioria da roupa que uso. Na maioria das vezes elogia e em outras tantas não diz nada. Contudo, outro dia vesti eu umas simples skinny jeans daquelas curtas em baixo, com uma camisola de malha azul e uma gabardine bege (achando eu que estava normal e aceitável) e diz-me ele:
Quando compraste essas calças não havia o número acima? É que estão muito curtas! 
What?!
E é isto, calças acima do tornozelo já são calças muito curtas e a "regar milho" (tendência? Naaaah...). Isso e calças com dobras, que segundo ele é "moda de paneleiros". Eu que gosto tanto de ver calças dobradas não consigo convencer o homem a tal coisa, é escusado. É que nem calções com dobras ele compra. E o pior de tudo, é que até para o nosso afilhado, não compra nada que tenha dobras (deve achar que a orientação sexual vem colada à roupa). O que vale é que eu continuo a usar porque gosto e ponto final.
Vá, não comecem já a atirar pedras ao moço! Ninguém é perfeit…

Diz que está na moda

E pensar que a minha avó há muitos anos atrás usava estes cestos para ir ao mercado aos legumes e à fruta (muito chique a minha avó! ahaha) e que agora se usam no dia-a-dia e custam uma pequena fortuna (se comprados nas lojas "da moda"). Querem uma dica? Se querem um saco/mala/coiso destes esqueçam as lojas e vão à feira que, de certeza que vão encontrar lá algo muito parecido, feito à mão, e por 10 ou 15 euros fazem a festa (e não precisam de gastar 50€ como já vi)!

Street Style

Cada vez mais, hoje em dia a moda faz-se nas ruas e não nas passerelles. A inspiração vem das chamadas it girls e, em geral, a maioria dos trapinhos que vestem viram tendência. Contudo, dou por mim a olhar para certas imagens e a pensar "se eu saísse assim à rua era bem capaz de haver gente a querer internar-me numa casa de saúde mental!". Olho, por exemplo, para a imagem de cima, que encontrei numa das muitas plataformas online dedicadas à moda e só me vem à cabeça que a senhora estava muito confortável em casa, com a chamada "roupa de andar por casa" e alguém lhe disse que tinha de sair e, vai daí, enfiou umas sandálias por cima da meia branca (que possivelmente, em casa, estavam por cima das calças para não entrar frio) e vestiu o casaco que estava pendurado no cabide à entrada de casa e siga para a rua! No meio desta misturada toda, algumas peças até tem o seu potencial, mas não combinadas desta forma. Ou se calhar sou só eu que não tenho visão para a coisa. A…

Quase o mesmo, só muda o preço

E na minha panca por estolas em pêlo sintético, dei de caras com outra estola praticamente igual à da Zara (que já tinha mostrado aqui) mas a um preço bem mais convidativo. E depois de olhar bem para elas e de ter estado com ambas na mão, acho que até prefiro a da Parfois. A única vantagem da estola da Zara é que tem uma abertura numa das pontas que dá para prender (como se vê na terceira imagem) enquanto que a da Parfois não.

Parfois PVP: 28.79€ (em promoção)


Zara PVP: 49.95€

Uma avó muito visionária

Após uma rápida incursão pelos sites de roupa habituais cheguei rapidamente a uma conclusão: a minha avó paterna era uma visionária, há mais de 15 anos atrás! Quando, por volta dos seus 80 anos, se lembrou de começar a usar soutien (para além de se lembrar também de pintar o cabelo em loiro platinado, mas isso é outra história), só que ao invés de o usar da forma convencional, vestiu-o por cima da roupa!
Ninguém lhe deve ter explicado como é que se usava o soutien... ou então ela já estava a antever o que se iria vir a usar muitos anos depois! Os sites de roupa comprovam que a minha avó tinha razão...





Diz que está na moda - paper bag pants

Em todas as cores possíveis e imaginárias e em padrões, as Paper Bag Pants estão em voga. Basta entrar nas lojas habituais para perceber que vão ser super tendência. 
Mas atenção, que este não é um modelo favorável a todos os corpos nem fácil de conjugar. Entretanto, deixo a dica: se as calças forem largas na extremidade podem usar com umas sapatilhas ou calçado baixo mas se forem justas ficarão melhor de salto alto (mas isto é a minha opinião. Se quiserem usar as calças com uns chinelos de quarto ou com umas havaianas e meia branca vocês é que sabem! Não se esqueçam é depois de enviar fotos porque acontece eu ter alguns dias chatos e assim sempre dá para distrair um bocado).
Deixo-vos alguns modelos para inspiração.
 Uterque                                         H&M                                  Massimo Dutti
Zara
Mango
Stradivarius
Bershka
Por mim, as primeiras (Uterque) e as terceiras (Massimo Dutti) podiam aparecer como que por magia no meu guarda-roupa que eu não fazia grand…

Reciclagem de tendências

Dizem que este tipo de calças "à boca de sino" (ou flare pants na versão moderna) está (novamente) na moda.
E eu que já tive umas calças em tecido quase iguais a estas da Camila Coelho com a abertura lateral (só que em azul bebé) e as deitei fora! Não fosse eu ter mais uns quilos do que na minha época de adolescente e ter um bocado mais de bom gosto e estava abastecida de calças pirosas para a próxima estação. E agora que toco no assunto, lembrei-me de outras calças do mesmo género que tinha em camel, em cor-de-rosa e umas outras, também em azul bebé (não sei qual era a minha tara com esta cor). Isto sem falar nos jeans que eram outros tantos (em vermelho, preto, branco, "azul ganga"e mais outros tantos que já não me lembro). Não se pode dizer que eu era uma adolescente com escolhas monótonas e aborrecidas no que toca à cor das calças.

Stirrup Trouser

Dizem que estão na moda. E eu acho medonho! Já achava há mais de 20 anos atrás quando isto se usava e a minha mãe teimava em convencer-me que isto era uma peça prática e confortável. Mais de 20 anos depois continuo a achar isto medonho: uma espécie de meia-calça só com um calcanhar ou então uma espécie de leggings (que por si só já não são grande coisa) que tem uma meia incorporada. Há peças que não se percebem e esta é uma delas.

Parece que agora é obrigatório ter uma saia plissada (correndo o sério risco de sermos considerados démodé se não tivermos uma)

Já esbarrei em tanta saia plissada por esses lojas  fora que começo a achar piada a esta peça e a pensar seriamente em comprar uma para mim. São saias plissadas em veludo, saias plissadas metalizadas, saias plissadas em lã, mais curtas, mais compridas, de uma só cor, de várias cores, de seda ou de tecidos manhosos, há para todos os gostos.  Tenho visto algumas combinações bastante interessantes com esta peça e começo seriamente a pensar com carinho na ideia de ter uma. Eu, contrariamente à minha irmã que sempre adorou este tipo de saias, era um bocado aversa a esta peça. Mas tal como nos ensina o ditado "nunca digas nunca" porque um dia esse "nunca" acontece. Lição que tiro daqui: ir às lojas faz mal, não só à carteira mas também às nossas convicções.







Gosto particularmente de ver estas saias combinadas com camisolas grossas (de malha/lã), com casacos compridos, com sapatilhas ou com uns stiletto.

Esta mulher esbanja elegância

Este mulher esfrega na cara das magras e das top-models desta vida que elegância não tem a ver com peso ou corpos bem feitos mas sim em saber escolher bons cortes, bons materiais  e vestidos que assentem bem no nosso tipo de corpo (ter uma carteira recheada também ajuda...). Era capaz de dar o dedo mindinho por este Versace que a Michele Obama usou ontem no último jantar de estado na Casa Branca. Adoro, adoro, adoro!

Objeto de desejo da semana

Passei ao lado da grande febre das sapatilhas Stan Smith (Adidas). Já tinha tido umas na minha adolescência e achei que não havia necessidade de voltar a comprar outras sapatilhas iguais. Também consegui passar ao lado da moda das New Balance (mas isso foi fácil porque poucas eram as que achava particular interesse). Entretanto este Verão andei à volta das All Stars (que também fizeram parte da minha adolescência) mas acabava sempre por voltar ao mesmo pensamento - "as que mais gosto são as mais clarinhas e vão-se cagar todas em três tempos e ainda por cima para os dias em que estiver a chover não posso andar com elas". E com este pensamento sempre fui deixando passar (embora ache que ainda me vou comprometer com umas cinza ou azuis de sola fina!). Entretanto, tudo o que é loja de calçado desportivo tem vindo a ser invadidas com as icónicas Gazelle da Adidas. E eu que nunca fui grande apreciadora de sapatilhas dou por mim a suspirar por algumas. O problema mesmo é decidir q…

Modas (mas não para todos)

Eu até gosto de jeans com rasgos. Em dose certa e bem combinados até dá uma certa graça ao look. Agora, a questão é quando há mais rasgos do que tecido! Por amor de Deus, haja um equilíbrio entre o que é aceitável e o que é deplorável. Eu se quiser ver celulite olho para a minha, não preciso de ver a celulite alheia, pele flácida, pele roxa de frio, tal é o tamanho do rasgão,  ou mesmo a depilação mal feita!  Meninas/senhoras deste pais, não vão para a internet inspirar-se em imagens de mulheres esculturais, todas boazonas e bronzeadas com calças todas rasgadas mas que até lhes é aceitável (porque são boazonas como o milho e qualquer trapo lhes fica bem) e replicarem o que viram no vosso corpo com 1.55m e 70 quilos em cima. E se mostram pernas não precisam de andar com um decote até à cinta e um soutien dois números abaixo para as mamas ficarem a chegar ao pescoço!
Fica a dica...

Sobre a coleção especial da H&M...

A respeito da coleção H&M Studio que está disponível desde hoje, estive a ver todas as peças e sinceramente acho quase tudo medonho. E para além de medonho é tudo caríssimo. Muitas das peças levam-me a questionar o seu sentido prático e de usabilidade. Mas o que vale é que há gostos para tudo e basta dizer que é uma coleção especial toda xpto que se vai tudo num ápice (mesmo sendo medonho! É um fenómeno que assiste a grande parte da ala feminina: sempre que se diz que é uma coleção especial e limitada vai tudo a correr ver se agarra alguma coisa. Não importa que seja medonho, o que importa é conseguir algo). Eu certamente não faço questão de ter nada em particular desta coleção. De todas as peças, as únicas que ainda me agradaram de alguma forma foram estas três míseras peças e mesmo assim, por este preço, não sei se as comprava! (Atenção que eu não estou a falar da qualidade das peças porque não as vi à minha frente e até pode ser que valham cada cêntimo. Apenas estou a falar na …

Objeto de desejo da semana

O Inverno que ainda esteja muito longe que eu não tenho saudades nenhumas dele. As roupas quentes e grossas que fiquem ainda por muitos dias escondidas lá no fundo do armário. Mas este fim-de-semana entrei numa Zara e o meu coração até bateu mais forte quando os meus olhos pararam nesta capa azul-marinho. Nem a experimentei para não gostar ainda mais dela. Corria o sério risco de vir com ela atrás. E o objetivo da minha ida à Zara era somente para comprar uma prenda de aniversário e não começar para já a renovar o meu armário para o Inverno.

Instagram

Blogs que leio