Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens com a etiqueta Frio

Frio - o inimigo da pele hidratada e cuidada

Não há paciência, e sobretudo disposição, para uma pessoa se besuntar toda de cremes com este frio. De manhã, o que uma pessoa quer depois do banho é enfiar imediatamente a roupa para não estar ali a bater o dente. À noite, o que uma pessoa quer é vestir rapidamente o pijama e enfiar-se na cama e não estar ali a esfregar creme no corpo, nos pés, na cara, nas mãos e mais não sei o quê e à espera que a pele absorva os cremes.  Manter uma rotina na cara (limpeza, tónico, hidratação) já é um sacrifício quanto mais no corpo. Eu bem tento, a sério que tento, mas digamos que não há uma única semana em que o faça todos os dias... Ups! Isto de futuro vai-me sair caro, eu sei...

Vamos tratar do cieiro e de lábios gretados

Com a polémica do estudo da DECO sobre os batons hidratantes que existem no mercado e que contém substâncias perigosas (os mais desatentos podem ver aqui a lista de batons com substâncias indesejáveis), uma pessoa nem sabe para onde se virar. E quem, como eu, sofre com o frio e fica com os lábios todos gretados, não dá para passar o Inverno sem um baton sempre à mão. Percorrendo a lista da DECO, assim de repente já usei grande parte dos batons que eles classificam como tendo substâncias indesejáveis (se eu morrer cedo, os meus familiares que aleguem que morri devido aos batons que usei e que peçam uma indeminização choruda! Isto nos "states" era capaz de colar...).  Assim sendo, e tendo em conta que as opções do costume estão quase todas na lista, decidi experimentar este baton da Oriflame para resolver o meu dilema dos lábios com cieiro no Inverno (se vir que este batom é para lá de espetacular e a melhor invenção do último século, prometo que aviso. Estamos a entrar no es…

Agora sim, já podemos começar a pensar no Natal

O ingrediente chave para despertar o bichinho do Natal já se faz sentir.  Agora, que o frio já é mais do que evidente, que comece a sentir-se a magia da época mais bonita do ano.

Está fresquinho está

Sinto-me a entrar num frigorífico sempre que saio de casa. Nos escassos metros que separam a porta de casa à porta do carro congelo mais rápido do que os alimentos que ponho no meu congelador. Estou seriamente a pensar tirar tudo o que tenho no congelador e espalhar pelo jardim cá de casa. Assim como assim sempre se poupa na conta da eletricidade e o efeito é o mesmo.

Em contagem decrescente... para o calor!

Para os mais desatentos ou para quem nem o frio polar que se faz sentir tenha avivado a memória, estamos oficialmente no Inverno. O dia mais curto do ano é hoje. Significa isto que a partir de hoje já estamos em contagem decrescente para a chegada dos dias grandes! E quentes! A partir de hoje é sempre a melhorar.

Ainda a propósito do tempo frio

Este fim-de-semana tive um casamento em Lamego, no meio das paisagens soberbas do Douro Vinhateiro em pleno Outono. Contrariando todas as previsões esteve um dia de sol fantástico, uma temperatura bastante agradável para um dia de Novembro. Eu que já me estava a preparar para o pior, para ficar tipo filete de peixe congelado nas prateleiras dos supermercados até me aguentei bem. Com excepção do corte do bolo dos noivos perto da meia noite e no exterior da quinta, onde estavam uns "agradáveis" 4 graus de temperatura que me desencravaram qualquer réstia de pelo encravado que tenha escapado, de resto até se aguentou bem. A minha parelha, que ia de fato (ou seja, muito mais agasalhado do que eu, com apenas um vestido comprido sem mangas e uma estola de pelo pelos ombros), manifestou muito mais frio do que eu ao longo do casamento. Começo a achar que depois do casamento que tive em Maio em que apanhei chuva torrencial, vento e muito frio já não há frio que me pegue, já vou prepa…

Definitivamente chegou o frio

Até agora era uma espécie de tempo indefinido. Ora estava um calor digno de nos esparramarmos numa esplanada a comer um gelado e a lembrar os dias de Verão ora estava assim mais para o fresco e já a precisar de um agasalho mais quente a lembra-nos que já estávamos no Outono (mas um Outono estranho e atípico). Este fim-de-semana foi o corte. Acabaram-se as roupas frescas, acabou-se o sair de casa com uma t-shirt e um casaco. Venham os casacos grossos, os lenços que mais parecem cobertores enrolados ao pescoço, venham as botas quentes, as camisolas de gola e tudo o que houver para nos mantermos quentes. Este fim-de-semana chegaram as temperaturas baixinhas, ali quase a dizer um olá aos 0º (pelo menos pelos sítios por onde andei). E isso deixou-me tão feliz. Não gosto muito daquele tempo que é uma indecisão: não está frio o suficiente para usarmos roupa de Inverno mas também não dá para continuarmos de sandálias e tecidos finos. Este fim-de-semana foi tempo de voltar aos casacos grossos…

Loção Suavizante Optimals Body - Óleo de Abacate (Oriflame)

Já é certo e sabido que para a maioria das pessoas o Outono/Inverno significa desleixo no que toca a a cremes de corpo. O frio aliado à preguiça para esperar que o creme seque antes de enfiarmos a roupa no corpo quase sempre vencem (pelo menos a mim, confesso!). Por isso, quando encontro um creme que cumpre a sua função de manter a pele hidratada e macia, que tem um cheiro apetecível e que ainda por cima é de rápida absorção é motivo para partilhar a informação com o restante mulherio. Afinal de contas, há dramas pelos quais todas passamos por isso mais vale partilhar estas pequenas preciosidades. Este é da Oriflame e já estou a usá-lo há duas semanas (e por incrível que pareça ainda só falhei dois ou três dias. Também não queiram milagres: o creme é de rápida absorção mas a minha preguiça bate forte algumas vezes!). 

Chegou o Outono

Eu sei que no calendário o Outono já começou à algum tempo, mas para mim, lá no meu íntimo, o Outono só começou hoje. O que por um lado é estranho porque, lá no meu íntimo, o Verão já tinha acabado há muito tempo. Estava assim numa espécie de estação desconhecida em que o tempo já não é de Verão mas ainda é bom demais para já ser Outono. Mas hoje chegou o frio, o dia cinzento e... a chuva! Entramos efetivamente no Outono. Até hoje era uma espécie de limbo, uma cena diferente. A partir de hoje é oficial: chegou o Outono. Já não dá mais para andar de sandálias, blusas fresquinhas e tecidos leves. Já não dá para sair de casa sem um casaco e pensar se será preciso o guarda-chuva. Já sabe bem uma mantinha enquanto estamos no sofá.

Bálsamo labial Kelyane HD - Ducray

Com o Verão a dar as últimas, à que começar já a pensar na próxima estação. E isso não significa só pensar no guarda-roupa mas também nos nossos cuidados diários. Por isso, e como os meus lábios ficam facilmente gretados e com cieiro a aposta para este inicio de Outono recaiu sobre o bálsamo da Ducray - Kelyane HD.

Estou a usar há uma semana e estou a adorar. Deixa os lábios super hidratados, é fácil de espalhar e não tem sabor (o que para mim acaba por ser melhor porque, por vezes, dou por mim a lamber os lábios só por causa do sabor do batom ou do bálsamo). Este produto vende-se quer em farmácias quer em alguns sites de produtos de beleza e o preço, embora possa variar, pelo que pesquisei anda à volta dos 7€.

Mais um dia a chover e monto o presépio

Não deve haver nenhum Português, sobretudo cá para o Norte que tenha saudades de chuva ou vento. Ando fartinha de sair à rua e levar com chuva nas trombas, vento e frio. Não apetece fazer nada, não apetece sair de casa e o meu humor anda pelas ruas da amargura. Qual é a solução? Ir ao cinema e ver filmes em casa! Assim não tenho de andar à chuva, não tenho de andar a levar com vento e frio como se estivéssemos em Dezembro.  Vi um pouco de tudo: suspense, drama, romance, comédia... Em tempos de guerra não se limpam as armas que é como quem diz, com um tempo de merda vê-se tudo o que aparece à frente.










E no meio de tanta mixórdia, uns surpreenderam pela positiva, outros cairão no esquecimento e outros ainda estou a digerir para saber se são bestiais ou uma bosta. E assim são os dias de chuva e frio por este lado.

Só acredito quando vir (ou neste caso, sentir!)

Cai neve na Serra da Estrela, há notícias de mini-tornados a Norte, está um frio aborrecido de Norte a Sul do país e diz-nos o calendário que estamos na Primavera. Ainda bem que eu, em algumas coisas, sou como o São Tomé "Ver para crer", caso contrário já tinha tirado o edredom de Inverno da cama, tinha arrumado os pijamas quentinhos, tirado dos armários os casacos de Inverno e arrumado com as botas e as pantufas quentinhas e super peludinhas de andar em casa.

Em contagem decrescente

Falta menos de uma semana para eu ir de férias. Yehhhhh A única coisa que me está a assustar um bocado (muito) são as previsões da meteorologia para a semana que vamos lá estar. Temperaturas máximas abaixo de zero, possibilidade de nevar, muito frio... Eu não estou preparada para o frio. Não gosto de frio. Daquele frio que dói. Por precaução ontem já passei por uma loja de desporto para ir comprar camisolas térmicas, já andei a ver o stock de luvas, gorros, cachecóis e afins que tenho cá por casa, agora só me falta pensar em calçado quente e camisolas grossas (que não tenho muitas porque não gosto de andar com camisolas grossas e cá, com um bom casaco, não se justifica). Entretanto levanta-se outro problema: o carro! Nós alugamos carro para andar lá mas não pensamos sequer nas correntes de neve. Não pensamos que em Março iria estar a nevar... Agora, vai-se a ver e talvez sejam precisas... Ups!

Está um calor esquesito

Está um calor típico da Sibéria. Sai de manhã com duas camisolas e um casaco (que em muitos outros dias deste Inverno chegou) e fiquei a bater o dente. O nariz quase congelou, as mãos rochas e o corpo a tremer. E saber que daqui a um mês vou viajar para um sítio assim para o fresquinho, em que os graus que estão hoje em comparação com as temperaturas de lá é quase como se aqui fosse Primavera, deixa-me assim um bocado para o apreensiva (assustada!). E eu que detesto sentir frio. Não é propriamente não gostar de frio. Agora sentir-me com frio é que não, fico logo mal disposta (entenda-se rabugenta!).

Dias frios

Há várias formas de aquecer uma casa mas nada é tão reconfortante do que ver o lume a arder. Ouvir a lenha a crepitar, ver as cores intensas e a dança de cores no lume... Aquece o corpo e aquece a alma. Adoro a salamandra cá de casa.

Tudo a postos

Está toda a gente a falar que os próximos dias vão ser um gelo, que o frio vem ai em toda a sua força, para tomarmos precauções especiais e blablabla. Pela parte que me toca, que venha ele que eu já tenho os casacos que me deixam tipo boneco Michelin todos à vista, os cachecóis que mais parecem mantas do sofá ali prontinhos para verem a luz do dia e as luvas todas entusiasmadas para saírem à rua! Antes o frio do que a chuva!

Relembrem-me só em que estação é que estamos

Eu estava convencida que Abril já fazia parte da Primavera. Afinal parece que ainda faz parte do Inverno. Tenho um casamento daqui a quatro semanas e não me apetece ter de andar à procura de um casaco (já não basta a um mês do casamento ainda não ter roupa para levar, que será se ainda tiver de procurar um casaco. Detesto escolher roupa para casamentos!).

Consequências do frio (que nunca mais se vai embora)

Por mais produtos que experimente, por mais que ande constantemente a pôr batons, cremes labiais e mais não sei o quê, o cieiro é uma realidade nestes dias frios. Isso aliado ao vício de andar constantemente a humedecer os lábios não está a facilitar a coisa (valha-me a geleia real da Oriflame para estas situações extremas).

Pessoas que estão desse lado e que são peritas nestes assuntos (ou que sofrem da mesma maleita que eu) digam-me quais são os vossos truques.

Aquelas coisas banais cá de casa que não me assistem

Tenho uma salamandra em casa já há alguns anos e é a delicia de toda a gente em dias de muito frio. Consegue-se andar cá em casa de T-shirt enquanto lá fora é preciso 5 camadas de roupa e mesmo assim ainda é capaz de haver algum frio. Acontece que me apercebi hoje que nestes anos todos nunca acendi a salamandra. Lembro-me de já ter tentado uma ou duas vezes mas ter acabado por desistir (porque será!), acabando por ser sempre a minha irmã ou os meus pais a fazer tal tarefa. Hoje estando eu sozinha em casa e querendo trabalhar no conforto da mesa da cozinha e com a salamandra ligada vi-me na difícil tarefa de ter de fazer a fogueira (lembrei-me agora do episódio de Game of Thrones em que o Sam também tenta tal coisa mas também não é muito bem sucedido) e, mais difícil ainda, fazer com que a fogueira não se apague 3 minutos depois. Cheguei à conclusão que é mais difícil do que parece! Mas o que importa é que a salamandra já está a funcionar há quase 3 horas e ainda não se apagou mas no …

Está fresquinho

Ainda bem que hoje não tenho de sair de casa. E que tenho um dia só para mim, para me organizar, para me orientar. Desde as festividades que ando um pouco abananada e não tenho conseguido ter as coisas controladas. Hoje finalmente vou conseguir por as coisas em dia. Quanto mais não seja, por o sono em dia. E o descanso. E a conversa. E as séries. E a roupa do meu armário.  Um dia custoso como podem ver.

Instagram

Blogs que leio