Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2016

Uma questão cabeluda

O que já me ri com esta imagem e as várias interpretações que daqui surgiram.

Portugueses pelo munho

Recomeça hoje um dos programas que eu mais gosto de ver na nossa televisão. Um programa que me faz admirar aquelas pessoas mesmo sem as conhecer de lado nenhum, um programa que me deixa sempre com o bichinho de ir conhecer o mundo, o programa que me confirma que em cada canto do mundo há sempre um Português. Por outro lado é também o programa que me faz lembrar daqueles que tiveram de ir para fora e para muito longe na maioria das vezes para conseguir aquilo que no nosso país não conseguem - a realização profissional. Ou em muitos casos apenas para arranjar um trabalho porque no nosso país não encontraram a resposta para os seus sonhos. Recomeça hoje o programa "Portugueses pelo mundo" (na RTP1) e eu vou estar colada à frente da televisão para ver.

Sede de alcançar

Hoje acordei assim: com esperança, vontade e força. Boa semana.

Santos da casa também fazem milagres

Por vezes achamos que só o que é de fora é que é bom, só o que está longe é que é apetecível, só aquilo que está na moda é que vale a pena. Ontem tive a prova que aquilo que está quase à porta de nossa casa, aquilo que poucos falam também pode ser muito bom. Descobri mais uma excelente opção para ir comer francesinhas. E ainda por cima aqui tão perto de casa. Agora falta aparecer um bom sítio para ir comer sushi aqui perto e daqui a pouco saio de casa de pijama para ir jantar.

O humor negro da minha mãe (ou então: a vida de estudante aos olhos de uma mãe)

A minha irmã está a tirar mestrado em Engenharia Informática e está a passar por uma fase de muito trabalho. Tem um trabalho de grupo para entregar amanhã e esta semana basicamente só põe os pés em casa para dormir e tomar banho. O resto do tempo tem estado na universidade a trabalhar para o dito trabalho mais os colegas do grupo. Um destes dias, perto da hora do jantar liga para a minha mãe a dizer que o trabalho ainda estava atrasado e que ia chegar mais tarde a casa. Perante tal telefonema só oiço a minha mãe a dizer-lhe "Juízo!". Se isto já me teria soado estranho por si só, mais estranho foi a entoação com que o disse. Fez-lo com a mesma entoação que diria caso a minha irmã lhe tivesse dito "Hoje vou sair à noite, vou prós copos com os amigos e não sei a que horas chego a casa!". Definitivamente a minha mãe não faz a mínima ideia do que é um trabalho de grupo, onde estão quatro ou cinco pessoas enfiadas numa das salas da biblioteca, cheios de computadores  e …

Sugestão para o dia da mãe

Link aqui.
Aqui fica uma aposta segura que certamente vos vai fazer brilhar no dia da mãe (pelo menos eu, se fosse mãe, e mesmo não sendo, ficaria muito satisfeita!). E se tiverem sorte, ainda podem dar uma voltinha com ela de vez em quando...

Uma facada no coração

O meu gosto por malas, carteiras, bolsinhas e afins já não é novidade para ninguém. Há uma série de marcas que fazem com que o meu coração bata mais forte quando os olhos esbarram com algumas peças. Uma dessas marcas é a Bimba&Lola. E até à bem pouco tempo estava feliz da vida porque tinha uma loja Bimba&Lola pertinho, em Braga, com coisas de babar. Eram bolsas, eram carteiras, eram anéis, roupa, lenços, porta-chaves, óculos, capas para telemóvel e mais um sem número de coisas bonitas. Era dificil passar pela loja e não entrar. Nem que fosse só para ver as novidades. Pois que ontem o namorado teve de ir ao centro de Braga tratar de umas coisas, mesmo em frente à dita loja. Quando ele chega à minha beira diz-me, com cara de caso - "Tenho uma má notícia para te dar... (silêncio profundo) A loja da Bimba&Lola... fechou!!". E pronto, o meu coração está em pedaços desde ontem. Já não vou poder ir ver as novidades quando lá passar e babar para as coisas lindíssimas qu…

New in - Creme de dia Optimals Oxygen Boost

No que toca a tratamentos de rosto e à hidratação não podemos descurar. Eu contra mim falo que, de vez em quando, dá-me a preguiça e não tenho todos os cuidados que deveria de ter. E depois a pele ressente-se e uma pessoa reclama (mas não aprende!). E para gente que por vezes é dada à preguiça, nada como um creme novo para uma pessoa ter uma motivação extra. Desta vez o escolhido foi este creme da Oriflame. E para já tenho gostado bastante. Gosto da textura do creme, de ser de absorção rápida e de não deixar a pele com brilho. Uma boa aposta para peles normais/mistas.

Mais um dia a chover e monto o presépio

Não deve haver nenhum Português, sobretudo cá para o Norte que tenha saudades de chuva ou vento. Ando fartinha de sair à rua e levar com chuva nas trombas, vento e frio. Não apetece fazer nada, não apetece sair de casa e o meu humor anda pelas ruas da amargura. Qual é a solução? Ir ao cinema e ver filmes em casa! Assim não tenho de andar à chuva, não tenho de andar a levar com vento e frio como se estivéssemos em Dezembro.  Vi um pouco de tudo: suspense, drama, romance, comédia... Em tempos de guerra não se limpam as armas que é como quem diz, com um tempo de merda vê-se tudo o que aparece à frente.










E no meio de tanta mixórdia, uns surpreenderam pela positiva, outros cairão no esquecimento e outros ainda estou a digerir para saber se são bestiais ou uma bosta. E assim são os dias de chuva e frio por este lado.

Objeto de desejo da semana

Batiste - Champô Seco

Poucas vezes entro na Primark, mas às vezes tenho boas surpresas quando lá entro. Não é que agora estes famosos champôs secos da marca Batiste se vendem na Primark! (Um ponto a mais para a Primark). Já não precisamos de mandar vir de sites, pagar portes de envio ou ficar uma eternidade à espera que cheguem. E o melhor de tudo é o preço. O tamanho de 150 ml custa 2.75€. (Não vi o tamanho de 200 ml à venda e apenas tinha 3 aromas: o original, o tropical e o blush). Um já veio comigo e está-me a parecer que vou passar a ir mais vezes à Primark e estar mais atenta às novidades.

Esta semana estamos assim #54

Com algumas saudades de unhas com formato quadrado, esta semana mudei-lhe a forma. Mas agora que me habituei às unhas redondas já não sei de qual gosto mais... Quanto à cor, uma escolha segura.

Masterchef Brasil

Eu como pessoa dada ao garfo, gosto bastante de ver programas de culinária. E um dos que mais gosto é o Masterchef (em particular o Masterchef Austrália. Está a anos luz de todos os outros.).  A semana passada comecei a ver o Masterchef Brasil e desde então tenho seguido com atenção o programa. Mas tenho ficado, como é que eu hei-de dizer... não é desiludida... decepcionada... mas noto uma diferença abismal de qualidade destes participantes para os dos outros países. Está bem que ainda está na fase inicial e a mestria ainda não é tão evidente mas, por amor de Deus, até eu, que não sou nenhuma expert, conseguia fazer melhor do que alguns concorrentes que lá têm ido. Destaco particularmente um concorrente que fez um batido de cenoura, com água e pepino na liquidificadora. Sim, foi isto! Enfia tudo na liquidificadora, liga aquilo e voilá, está feito. Os jurados incrédulos lá começam a falar com ele e ele lá diz que é vegetariano e que é essa a filosofia dele. De seguida o chefe pergunta…

Adega dos 7 condes - sugestão gastronómica

Na minha ida a semana passada a Mondim de Basto aproveitei por jantar por lá e conhecer mais um restaurante deste nosso belo país à beira-mar plantado e onde se come tão bem. E neste restaurante fez-se jus à fama do nosso país e foi mais um sítio que descobri onde se come maravilhosamente bem. Com um ambiente acolhedor não só pelos donos do restaurante que servem cada cliente com uma simpatia como se fossemos da família mas também o próprio espaço. Uma sala mais pequena com uma lareira onde fomos acompanhados pelo crepitar do lume da salamandra ao longo do jantar e uma sala maior para grandes grupos. Quanto à comida estava toda deliciosa. Aproveitamos para comer a posta à maronesa, típica desta região mas aquilo que mais gostei foram as migas (e eu que não gosto de feijão dei por mim a comer feijão manteiga e não fazer cara feia). Ficam algumas imagens para vos abrir o apetite e fica a dica para quando forem a Mondim de Basto. O restaurante fica bem no centro e é muito fácil de encon…

O problema não és "tu" sou eu...

A semana passada fui a Mondim de Basto passar a tarde. Para quem me conhece, a pergunta óbvia seria "o que foste tu fazer para um sítio tão calmo e sossegado?!". Regra geral não gosto de sítios pacatos. Sítios onde o tempo demora a passar a mim põe-me com os nervos à flor da pele. Não fui feita para ser zen, com muita pena minha.  Uma coisa é ir passar um fim-de-semana a um sítio calmo, mas saber que nas redondezas próximas há coisas para fazer, há movimento, há distração e que depois volto a casa, à agitação do costume. Ou estar num hotel no meio do nada mas com todas as comodidades e regalias e passar o dia entre o spa, a cama ou a piscina a repor energias para depois voltar à carga. Ou ir para um sítio calmo mas com um grupo de amigos, um grupo animado e cheio de energia que faz com que não hajam horas mortas ou marasmo. Isso é uma coisa, agora estar num sítio onde constantemente se ouve o silêncio a mim incomoda-me. Durante um par de horas até gosto mas depois de tudo v…

Romantismo

Romantismo não é só quando a nossa cara-metade nos faz surpresas, nos oferece um ramo de flores ou aqueles sapatos que andamos a fazer olhinhos à semanas. Romantismo não é só ir jantar àquele restaurante especial, andar de mão dada na rua ou roubar um beijo. Romantismo não é só passar um fim-de-semana num hotel, isolados do mundo e sem interferências. Romantismo é também ver a nossa cara-metade fazer coisas pela nossa irmã porque sabe que isso para além de a deixar feliz a ela, nos deixa felizes a nós. Para além de deixar a irmã contente deixa-nos a nós com o coração cheio por ver que estes gestos não são forçados ou só para agradar. Romantismo é também gostar dos nossos e fazer pelos nossos aquilo que fariam pelos seus.

Só acredito quando vir (ou neste caso, sentir!)

Cai neve na Serra da Estrela, há notícias de mini-tornados a Norte, está um frio aborrecido de Norte a Sul do país e diz-nos o calendário que estamos na Primavera. Ainda bem que eu, em algumas coisas, sou como o São Tomé "Ver para crer", caso contrário já tinha tirado o edredom de Inverno da cama, tinha arrumado os pijamas quentinhos, tirado dos armários os casacos de Inverno e arrumado com as botas e as pantufas quentinhas e super peludinhas de andar em casa.

Boa semana

Novidades

Os mais atentos já devem ter reparado que há uma ligeira diferença no blog. No lado direito apareceu uma novidade - o Instagram do blog. Já o criei há alguns dias mas ainda não o tinha partilhado. Estava a ver se realmente valia a pena criar um Instagram para o blog ou se mais valia ficar quietinha Mas eu tenho um problema: raramente gosto de ficar quietinha e adoro tirar fotografias (bem, afinal são dois problemas). Por isso, a partir de agora podem espreitar no Instagram do blog (@linhas.cruzadas) aquilo que eu vou fotografando. Tudo fotos amadoras e (quase) todas tiradas com o telemóvel.

Chegados ao fim #21

1 - Condicionador (for dry and damage hair) Oriflame: costumo usar este condicionador quando vou para o ginásio porque noto que a água de lá me deixa o cabelo (e a pele) bastante seco. E para não ir com o boião pesado e grande que tenho em casa, levo este que é mais prático para transportar. Não é dos melhores que já usei (mas também já usei muita coisinha bem ais fraca), mas atendendo à relação qualidade-preço vale o investimento. Facilita bastante na hora de pentear o cabelo e deixa as pontas macias (mas para o meu cabelo que é extremamente fino não é a melhor opção). Tem um agradável cheiro a côco. Dentro desta gama, existem outros condicionadores ajustados a outro tipo de cabelos.
2 - Champô seco Pure Balance Oriflame: é o terceiro champô seco que uso. Já usei outro da Oriflame (ver aqui) e um da Sephora. Este é muito bom a remover a oleosidade do cabelo (sem deixar um aspeto esbranquiçado no cabelo) e a dar volume mas deixa um cheiro que a mim particularmente não me agrada. Dos …

Nuteeeeeella

Não sei se este será o batom ideal para mim. Desconfio que ia andar constantemente a lamber os lábios. E isso, para além de não ser bonito de se ver, é capaz de, para alguém como eu com elevada tendência para ter os lábios com cieiro, não ser muito positivo.

Dia Mundial do Exercício Físico

Eu já fiz a minha parte por hoje e já fui correr mais cinco quilómetros (e já consegui tirar 11 segundos ao tempo final. A loucura, eu sei! Mas tem de se começar com pequenas conquistas). Sentimento de dever cumprido mas as pernas bastante cansadas.

Mania de querer protagonismo

Não há condições! Uma pessoa deita-se sozinha e acorda com companhia sem aviso prévio nem nada que se pareça. Uma pessoa deita-se decente e acorda com uma borbulha gigantesca na cara. Estou seriamente a pensar dar um nome à minha nova amiga já que ela me acompanha para todo o lado. E não há meio de me largar. Já andamos neste romance tórrido à dois dias. E eu olho para o espelho e só a vejo ela (e o que tenho de me controlar para não lhe ir mexer e mostrar quem manda!). Tramada da borbulha que gosta de protagonismo. Eu que passei pela adolescência toda sem dar confiança a essas tramadas borbulhas, sem manter qualquer relação com elas e agora, à porta dos 30, elas decidem dar o ar da sua graça? Não há condições!

Modas (mas não para todos)

Eu até gosto de jeans com rasgos. Em dose certa e bem combinados até dá uma certa graça ao look. Agora a questão é quando há mais rasgos do que tecido. Por amor de Deus, haja um equilíbrio entre o que é aceitável e o que é deplorável. Eu se quiser ver celulite olho para a minha não preciso de ver a celulite alheia, pele flácida, pele roxa de frio tanto é o tamanho do rasgão  ou mesmo a depilação mal feita!  Meninas/senhoras deste pais, não vão para a internet inspirar-se em imagens de mulheres esculturais, todas boazonas e bronzeadas com calças todas rasgadas mas que até lhes é aceitável (porque são boazonas como o milho e qualquer trapo lhes fica bem) e replicarem o que viram no vosso corpo com 1.55m e 65 quilos em cima. E se mostram pernas não precisam de andar com um decote até à cinta e um soutien dois números abaixo para as mamas ficarem a chegar ao pescoço! Fica a dica!

A força da verdade

Um drama baseado numa história verídica que conta a história de um médico neuropatologista que enfrenta a NFL devido a uma descoberta que poderá vir a salvar muitos jogadores. Mais um excelente interpretação de Will Smith e de Alec Baldwin. Adorei este filme. Prende-nos do início ao fim e mostra-nos o lado de manipulação, corrupto e obscuro do desporto.
Ver trailer aqui.

Ps: é impressão minha ou o Will Smith fez qualquer coisa à cara? Aquilo não está como de costume...

Running

Hoje, dia 1 de Abril comecei o meu dia a correr. Mais propriamente 5 quilómetros. Bem, não foi sempre a correr até porque estou a começar. Mas alternei entre corrida e passo rápido. O tempo foi miserável mas não é isso que importa.O que importa é que levantei o cu da cama e fui correr. E isso soube-me bem. O facto de estar um dia lindo de sol (mas sem estar calor) ajudou bastante.  Sei que daqui a dois meses não vou estar a correr uma maratona nem a fazer tempos dignos de um atleta queniano mas hoje fiquei feliz por ter a motivação necessária para levantar o esqueleto do conforto da cama e mexer-me (mesmo que o corpo esteja um bocado dorido depois do treino de ontem no ginásio). Gostava de começar a gostar de correr. Gostava de ter a motivação necessária para me levantar mais vezes da cama e ir correr de manhã. Hoje foi um primeiro passo.

Instagram

Blogs que leio