Avançar para o conteúdo principal

Portugueses pelo munho



Recomeça hoje um dos programas que eu mais gosto de ver na nossa televisão. Um programa que me faz admirar aquelas pessoas mesmo sem as conhecer de lado nenhum, um programa que me deixa sempre com o bichinho de ir conhecer o mundo, o programa que me confirma que em cada canto do mundo há sempre um Português. Por outro lado é também o programa que me faz lembrar daqueles que tiveram de ir para fora e para muito longe na maioria das vezes para conseguir aquilo que no nosso país não conseguem - a realização profissional. Ou em muitos casos apenas para arranjar um trabalho porque no nosso país não encontraram a resposta para os seus sonhos.
Recomeça hoje o programa "Portugueses pelo mundo" (na RTP1) e eu vou estar colada à frente da televisão para ver.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A vida secreta dos nossos bichos

Quem disse que os filmes de animação são só para crianças? Eu gosto bastante de me perder num bom filme de animação. E este prometia muito. Tinha visto o trailer ainda antes de chegar aos cinemas e disse logo "quero muuuito ver este filme" e finalmente vi-o. O filme prometia muito, ainda por cima sendo dos mesmos produtores de "Gru - o Maldisposto", mas sinceramente fiquei um bocado desiludida. A história foi muito básica e o trailer foi muito bem feito porque reúne, a meu ver, as melhores cenas do filme. Uma pessoa vê o trailer, cria grandes expectativas e depois no final fica assim um bocado para o desiludida, à espera de mais...
Ver o trailer aqui.

Agora sim, venha Setembro!

Depois de me andar a entreter nas férias com Silicon Valley enquanto esperava pelas "minhas" séries, finalmente chegou Narcos! E desta vez com Pêpê Rapazote.  Não sei por esse lado como é que vão ser os vossos próximos serões, mas os meus vão ser a matar o vício, porque a ressaca já vai longa.

Há quem traga recordações das férias, eu trago ferradelas de melgas

Depois de oito dias de férias na praia, de regresso a casa para queimar os últimos cartuchos na arte de dolce far niente.  E dizem vocês: oito dias de praia deves estar preta! E eu respondo que não mas em contrapartida estou bem ferrada pelas melgas. São prioridades minha gente, cada um marca o corpo consoante as circunstâncias que tem!

Instagram

Blogs que leio