Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2015

Quando só aumenta a idade e não a maturidade

Não tenho paciência para trabalhar com pessoas (mais velhas do que eu) que fazem birras como se fossem adolescentes. Que se sentem melindradas porque tem a auto-estima em baixo e depois descontam nos outros. Não tenho paciência. Pessoas que já tinham mais que idade para ter juízo e para deixarem de fazer cenas tristes e birras sem conteúdos. Haja paciência. E pessoas para as aturar porque eu não tenho pachorra para isso.

Pisaduras de diversão

Foi muito fixe no passado sábado as várias corridas de Kart que disputamos num grupo de pessoas animadas e com pé pesado no Kart. O pior é agora que ando com os dois joelhos pisados e os ossinhos laterais da anca também. O curioso é que todas as mulheres que andaram se queixam do mesmo e os homens estão todos impecáveis.  Resta-me de consolação saber que fiquei em primeiro... na secção feminina!! Os homens ficaram todos à minha frente com 3 segundos de diferença.

The Longest Ride

Mais um filme baseado numa obra de Nicholas Spark. Mais um romance daqueles para se ver de caixa de lenços por perto (se eu fosse de chorar a ver filmes tinha acabado a chorar baba e ranho). A história de romance de dois casais de diferentes gerações que se cruzam por acaso e que acaba por ter pontos em comum. Para quem gostar de filmes de romance esta pode ser uma boa opção.

New in - sandálias cunha navy

Stradivarius Agora, em saldos, estão a 12.99€
Estas cunhas são super confortáveis. Apesar dos seus 11 cms de altura, consegue-se andar o dia todo com elas sem ficar com os pés doridos. Tem sido as minhas companheiras nos últimos dias, sempre que é necessário um visual mais cuidado onde não entram as sabrinas ou as sandálias rasas.

Piscina das Marés

Aqui está um espaço que desconhecia mas que gostei bastante depois de conhecer. Piscinas de água salgada desenhadas pelo ilustre Siza Vieira, são uma excelente opção a quem quer fugir às águas gélidas do Norte mas tendo da mesma o mar como imagem de fundo. Fica em Leça da Palmeira e é fácil de arranjar estacionamento. Estão abertas todos os dias das 9 horas às 19 horas. Quem quiser ainda assim dar um mergulho no mar, estando nas piscinas tem-se acesso ao mar. Um espaço muito bem organizado, com bar, matraquilhos, várias casas de banho, piscinas com várias profundidades (a mais funda tem 3.80m de profundidade) e balneários onde é possível tomar banho e não sair de lá com aquela sensação de estarmos com a pele em salmoura tanto é o sal da água. O único senão é para os balneários que deviam ter cabides ou locais onde pudéssemos colocar as coisas sem ser no chão (que estava todo molhado) e a água ser mais quente um bocado.

Post carregado de ironia

É que gosto daqueles condutores extremamente iluminados e altruístas que andam por essas estradas e quando vêem uma ambulância atrás com o sinal de emergência ligado e a tentar ultrapassar porque estão verdadeiramente numa situação de urgência, não se movem nem um milímetro para a sua direita e ainda acham que tem o maior direito de continuar a sua marcha como se nada fosse.  Era esborracharem-se na curva seguinte e ter de esperar uma eternidade à espera que chegasse uma ambulância a ver se aprendiam.

New in - Cliché

Adoro vernizes de efeito granulado. São ideais para quando não há muito tempo para secar as unhas ou para quando pintamos as unhas no final do dia e, mesmo que já estejam secas quando vamos para a cama, de manhã acordamos com as irritantes marcas dos lençóis. Tenho dois ou três vernizes da Kiko com este efeito e tenho-lhes dado bastante uso. O que é certo é que já há muuuito tempo que não via na Kiko esses vernizes à venda e já estava em modo poupança dos que tinha dessa gama, somente para situações de emergência. Hoje, a caminho de casa, entrei numa loja e esbarrei com um mega expositor de vernizes da cliché e qual não é o meu espanto e alegria quando descobri que a cliché tem estes vernizes de efeito granulado. Não sei se já existem há muito tempo ou não mas eu só hoje os descobri e foi toda uma alegria. Para já trouxe um (Cliché Glamour Espelho Mágico) para experimentar se tem ou não qualidade, mas desconfio que brevemente vou lá para trazer as restantes cores, ou pelo menos parte…

Sugestão gastronómica - Kampai Sushi

Para quem como eu é viciado em sushi, aqui fica mais uma sugestão de um excelente sítio no norte para comer sushi de qualidade - o KampaiSushi & Gin Club. Fica em Guimarães (R. Prof. Abel Salazar Fracção C 4835-010 Creixomil) e tem a vantagem de ter buffet de terça-feira a quinta-feira (os valores de almoço e jantar diferem em 2€ e não inclui bebidas, café nem sobremesas). Experimentei pela primeira vez a semana passada e foi dos melhores restaurantes de sushi que estive até hoje (curiosamente o outro que adoro bastante também é em Guimarães e já falei dele aqui).  O espaço é muito acolhedor, os empregados é tudo malta jovem e muito simpática e o sushi é de excelente qualidade. Se tiverem a oportunidade experimentem também a sangria de espumante que é muito boa!











O espaço:





Imagens retiradas do site do restaurante

Melissa

Adoro a nova coleção da Melissa. E o mais curioso desta coleção é que se pode comprar de forma individual e criar a combinação que se quiser. Pode-se comprar um dos pés às riscas e outro às pintas, os dois iguais ou jogar com os padrões. Estão à venda em Lisboa e no Porto (no centro comercial Colombo e Norteshopping, respetivamente) ou então no site da marca  (ver aqui).

Bom fim-de-semana

Encontros improváveis

Ontem, à hora de almoço fui almoçar a um restaurante de sushi em Guimarães que estava curiosa para experimentar. Um grande amigo já me tinha falado dele mais do que uma vez e a curiosidade aumentava. E lá fomos. 3 pessoas, conversa animada, uma sangria a acompanhar e um sushi de comer e chorar por mais.  Conversa atrás de conversa e o casal que estava na mesa à nossa beira começou a meter conversa. As perguntas habituais de quem mete conversa, algumas coincidências curiosas e a conversa foi fluindo. Um casal de Guimarães bastante viajado, com gosto pela conversa. Falamos de cidades, de música, de comida e acabamos a falar de futebol. E às tantas, aquele senhor que estava ali a falar para nós com a maior descontração e despretensiosismo era o agente do Jorge Jesus (ou como lhe dissemos logo, do Jorge Judas) e de mais uns quantos jogadores do panorama nacional. Esteve envolvido em algumas transferências recentes mais polémicas e esteve-nos a confidenciar algumas coisas do mundo do fute…

Terminator Genisys

Quanto mais as semanas são preenchidas de trabalho, mais eu preciso de aproveitar os fins-de-semana com coisas que me deixam de bem com a vida para recarregar as baterias após uma semana extenuante. Este fim-de-semana, para além de ter ido à praia pela primeira vez este ano apanhar um pouco de sol, ter uma festa de aniversário e ter um jantar especial com o meu afilhado (que bom que é vê-lo a conquistar metas) ainda houve tempo para ir ao cinema. E a escolha foi fácil (já que as opções não eram grande coisa diga-se de passagem) - Terminator Genisys.


Não é propriamente o melhor filme que vi nos últimos tempos nem o tipo de filme que mais me fascina mas tinha alguma curiosidade para o ver. Quem viu os outros exterminadores sente-se quase que obrigado a ver este. O filme tem partes engraçadas, com sentido de humor, partes bem conseguidas ao nível de efeitos especiais mas também algumas partes muitos óbvias. 
Para mudar de registo vi outro filme que esteve à bem pouco tempo nos cinemas -…

Para aligeirar o `peso na consciência` só de pensar no jantar de logo

O que me ri com isto! Conheço alguns homens que tem teorias semelhantes a estas. Mas esta das calças sem bolsos ainda não tinha ouvido.

Madrugada Suja

Está escolhido o próximo livro. É a segunda vez que pego num livro do Miguel Sousa Tavares. O primeiro que peguei não gostei e nem o cheguei a acabar de ler (coisa que não é costume em mim, que gosto sempre de acabar os livros mesmo quando não são grande coisa. Mas custa-me deixar livros a meio). Por isso, foi com alguma reticência que comecei este.  Mas o que é certo é que quando dei conta já ia na página 60 e estava a gostar. Ainda nem a meio do livro vou mas para já estou a gostar. Vamos ver se ultrapasso a desilusão do primeiro que li (ou parte dele) do MST.

Brincar com crianças com energia que nunca mais acaba dá nisto

Hoje vou dormir acompanhada. Vou ter uma noite tórrida. Vou acordar com ele na cabeça. Meu querido galo feito pela minha pequena princesinha que numa das suas brincadeiras me espetou uma valente testada que me fez ver estrelas, cometas e mais o diabo a quatro e ficar com um alto talo na testa. Agora estou aqui com a testa a latejar e a rezar para que amanhã não acorde com isto negro.

Objeto de desejo da semana

Ambos da NYOS (Link do site aqui)

Este ano apesar de ainda não ter posto os pés na praia já olhei mais do que uma vez para os fatos de banho. Acho que deixam as mulheres (comuns mortais e não aquelas todas esculturais que aparecem nos catálogos que qualquer trapinho em versão mini lhes cai bem) bastante elegantes. Não são a peça idial para as primeiras idas à praia já que deixam mais marcas do que os bikinis mas mesmo assim não me tem saido a ideia da cabeça. E estes dois modelos são qualquer coisa de ficar a suspirar.

Eu bem que gostava de por as minhas salsichas ao sol...

Mas atendendo à minha agenda caótica (e ao meu querido namorado que este ano parece que se lembrou de não querer apanhar sol), as minhas salsichas vão continuar em estado cru.

Lá no fundo a preguiça justifica muita coisa

E depois de mais de um mês sem pôr os pés no Ginásio, hoje foi dia de regressar (até arregalei os olhos quando me apercebi que a última vez que lá pus os pés foi no dia 27 de Maio!! Maio!!).  Se custou? Sim, de manhã custou sair da cama mais cedo para ir para o ginásio. Se valeu a pena? Valeu, e muito! Adoro a sensação de dever comprido e do relaxamento que o exercício proporciona. O pior é mesmo a preguiça que se sobrepõe muitas vezes. Mas não foi só a preguiça que me levou a estar mais de um mês sem pôr os pés no ginásio (pelo menos eu quero convencer-me disso). Foram as férias fora do país no início de Junho, foram dias caóticos de trabalho (e o cansaço extremo que isso acarreta), foram os dias de quase 40 graus que desmotivam até o mais motivado atleta, foi a entrada de um novo membro (canino) para as nossas rotinas e por último, mas não o menos importante, a preguiça. A malfadada preguiça que aliado a tudo o resto acaba muitas vezes por ganhar.  Definitivamente (e infelizmente) …

Vamos lá começar a semana em bom

Shemar Moore 45 anos

Saldos round#2

Ontem ao fim do dia dei um saltinho rápido mais a mana ao shoping e saímos de lá com algumas sacas nas mãos. Ir às compras com a irmã mais nova é sempre uma tarefa divertida e produtiva. Ela é bastante mais racional do que eu no que toca a compras e as duas juntas é o equilíbrio perfeito.

Para além deste vestido, ainda comprei mais um top, um colar e uns jeans mas nos sites das respetivas lojas já não aparecem.

Chegados ao fim #15

Aqui estão os produtos que deram as últimas no mês passado. Dois deles foi a primeira vez que experimentei, o outro é um clássico.
1. Desodorizante Nivea - Sensitive&Pure: Este produto é já um clássico. Embora eu praticamente não transpire pelas axilas (resultado da cirurgia que fiz para a desregulação das glândulas sudoríparas), nos dias de maior calor ou de maior exercício gosto de, por precaução, colocar desodorizante. E na hora de escolher, a escolha recai quase sempre na Nivea. Adoro o cheirinho suave que este tem, seca rápido e não me mancha a roupa.
2. Creme de rosto Age Perfect - Loreal: este creme foi-me oferecido e eu, como curiosa que sou, usei-o até ao fim para testar a sua eficácia. Nos primeiros dias senti a pele mais luminosa, mas depois a minha pele não reagiu bem a este creme. Eu também não gostei muito do cheiro e achei-o bastante gorduroso (não é nada de fácil absorção). Já voltei ao meu creme habitual da Oriflame.
3- Óleo refirmante anti-celulite - Garnier: co…

Episódios que só quem gosta muito de aneis compreenderá (ou então: dramas que só acontecem porque se anda com a cabeça no mundo da lua)

Ontem por momentos pensei que tinha perdido um dos meus anéis favoritos da CK. Tirei-o para fazer uma atividade prática com as crianças na associação onde trabalho, lembro-me de o pôr em cima da mesa e depois nunca mais me lembrei dele.  A caminho de casa, quando estava a conduzir, olhei para o dedo e até me deu uma pontada no coração - o meu anel não estava comigo. Pensei para com os meus botões "Pronto, diz adeus ao teu anel favorito. Foi-se. Foi uma relação bonita enquanto durou...). Até que chego a casa, janto, ando de um lado para o outro a fazer niquices e na altura de trocar de roupa para ir para a cama, ao tirar as calças, o anel salta-me milagrosamente do bolso e aterra no chão do quarto. E eu fiquei ali parada a olhar para ele e a pensar como é que não me lembrava que o tinha metido no bolso e feliz por o voltar a ver. Cada vez este anel tem mais histórias para contar. E cada vez eu gosto mais deste anel e de tudo o que ele simboliza.

Instagram

Blogs que leio