Avançar para o conteúdo principal

Quase nos 32 e continuo como quando era criança, a não resistir e abrir logo os presentes



O aniversário é só na próxima semana mas eu não aguento ter presentes e não os abrir.  Eu sei que nisso sou como as crianças, não aguento, sou uma fraca. Mas apesar de já ir a caminho dos 32, adoro fazer anos, adoro que se lembrem de mim, gosto de receber presentes (quem não?) e perceber que as pessoas me conhecem e acertam nas coisas que me oferecem, nem que essas coisas sejam uma simples caneta da bic, chocolates, ou mesmo roupa interior. Não sou exigente nas prendas, nunca o fui. Gosto de receber presentes quando esses presentes me dizem alguma coisa, são pensados, são dados com carinho. Não gosto quando percebo que o presente foi comprado à pressa, sem ser pensado, só para dizer que se deu alguma coisa, nem que essa coisa tenha custado uma pequena fortuna (por acaso nunca aconteceu darem-me pequenas fortunas, mas estejam à vontade. Mas enviem junto o talão de troca que eu fico agradecida! ahaha). 


Este presente que recebi já há alguns dias é tãaaao a minha cara e estava tanto a precisar. E vá, não pensem que eu sou assim tãaaaao fraca. Abri o presente mas ainda não andei com ele. Isso só a partir do dia em que fizer anos.  

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Insiste para ver se persiste

Li algures, há uns tempos atrás, que uma atividade/rotina nova demora 21 dias até se tornar verdadeiramente num hábito. Faz hoje 21 dias que recomecei a correr e embora não tenha corrido 21 dias consecutivos, acho que pensei na corrida todos os dias (mesmo nos dias em que não corri, as dores musculares estavam lá para me lembrar. Isso também conta, certo?). Hoje é dia de correr (e fazer um bocado de workout para queimar os doces que comi ontem. E no Sábado. E na sexta-feira...). Vamos lá dar corda às sapatilhas que o Verão (e o casamento) estão ai ao virar da esquina.

Wedding Season - looks

Quem desse lado vai ter casamento(s) este ano? 
Eu, para além do meu, vou ter o casamento de um dos meus melhores amigos (6 dias antes do meu), por isso, de vez em quando, vou deitando o olho ao que há por ai. E passeando pelo site Pedro del Hierro, dei de caras com alguns modelitos com potencial (e facilmente recicláveis para outras ocasiões).




Se bem que aquele vestido que nos últimos tempos me fez suspirar, me pôs o coração a bater mais forte e me fez sonhar pelo raio do vestido, foi o vestido João Rolo que a Daniela Ruah usou no festival da Eurovisão. Tanta elegância! Dava a ponta do dedo mindinho do pé por este vestido (e já agora pelos sapatos também, uma vez que são fechados à frente não se via a falta do dedo mindinho...).


Guimarães, Guimarães

Para quem é ouvinte assíduo da rádio Comercial conhece esta rubrica.  Desta vez, com a minha cidade. Guimarães!

Instagram

Blogs que leio