Avançar para o conteúdo principal

O meu cão está em greve de fome

Benny
3 meses e 3 semanas


O meu cão faz birras, o meu cão fica todo sensível quando lhe dou algum raspanete por alguma asneira, o meu cão vira-me a cara quando estou a discutir com ele e, mais recentemente, o meu cão faz greve de fome!
Então não é que o senhor Benny sempre comeu muito bem tudo o que lhe aparecia à frente, fosse a comida dele, fosse a comida do meu outro cão mais velho, fosse migalhas que estivessem pelo chão, marchava tudo. Mas ontem acordou a achar que estava na hora de mudar e, de um dia para o outro decidiu não comer nada! 
Como de costume, ontem de manhã fui buscá-lo para lhe dar de comer, mandei-o sentar como de costume antes de lhe pôr a comida à frente (habitualmente nesta fase ele, apesar de sentado, já está todo irrequieto, com a cauda a abanar, a boca aberta e a salivar) e quando lhe ponho a ração para ele comer... nada! Cheirou, cheirou, deu meia volta e foi-se deitar no jardim. Insisti mais do que uma vez e foi sempre a mesma reação. Durante o resto da manhã manteve-se basicamente a dormir.
Ao almoço, pensei eu que ele ia estar com fome a dobrar, dei-lhe a comida e fez o mesmo, não comeu. Ai já estava eu de antenas no ar e a ficar ligeiramente preocupada. Como se diz com os bebés "quando eles estão muito sossegados é mau sinal", com o meu cão é "quando ele não come é mau sinal". Para não deixar o animal sem comer, lá fui eu para a cozinha cozer arroz para o lorde ter o seu manjar. Depois do arroz cozido e de arrefecer, dei-lhe o arroz e nada (aqui já estava seriamente a pensar levá-lo à veterinária). Ainda por cima o raio do cão estava extremamente bem comportado e muito calmo (o que não é naaaaada normal num cachorrinho que nem 4 meses tem e que tem energia para dar e vender). Depois de alguma insistência lá comeu algum arroz. O mal é que a esta altura lembrou-se que também ia fazer greve de sede e também não bebia água.
Passou a tarde deitado à minha beira, levantava-se de vez em quando, vinha-me lamber os pés (coisa que odeio mas que ele teima em fazer só para me irritar!) e voltava-se a deitar. Nada de sinais de fome, de sede, de querer ir para o jardim brincar, nada de chatear o cão mais velho cá de casa (que deve ser simplesmente a coisa que mais prazer lhe dá fazer) e eu já a hiperventilar com o comportamento do cão.
Mais para o fim da tarde começou a arrebitar. Dei-lhe mais arroz já comeu, já começou a beber água, já começou a correr atrás das pessoas, a meter-se no meio das pernas quando uma pessoa está em andamento, a implicar com o Boguinhas, por isso já estava a normalizar. Hora de jantar, dou-lhe a ração e volta ao mesmo, não come! Já em desespero pensei "deixa-me dar-lhe a comida do outro cão a ver se essa ele come", embora a comida seja da mesma marca, uma é para júnior e a outra é para sénior. E não é que o raio do esquesitinho comeu logo!!
Pus-me a refletir sobre isso e lembrei-me que lhe mudei a ração no Domingo. Antes ele comia outra marca mas como ele estava sempre a catrapiscar a comida do mais velho, comprei-lhe a mesma para ele (em versão júnior), que ainda por cima é mais em conta. De domingo até ontem essa comida era uma maravilha, comia-a sem qualquer fastio e ficava consolado, ontem decidiu que afinal não está agradado com essa comida e simplesmente não a come. Hoje de manhã fui-lhe dar de comer e ele fez-me a mesma coisa, não comeu! Pois que hoje não me apanha desprevenida. Ficou lá a comida: quer comer come, não quer que passe fome. Quando estiver mesmo com muita fome vai lá comer. Não estou para pôr de lado um saco de 10 kgs de comida só porque o senhor cão acordou um dia e se lembrou que afinal aquela comida não lhe agrada! Se isto é assim com 4 meses, nem quero imaginar quando for adolescente, que isto da adolescência é coisa para ser chatinha também nos cães.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O (meu) casaco perfeito

Já há muuuuito que andava atrás de um casaco compridão, daqueles que só se vê mesmo um bocadinho da perna mas estava difícil encontrar: ou não gostava do modelo (a maioria pareciam sacos de batatas de tão largos que eram), ou na gostava do tecido, ou era a cor, ou era o corte... havia sempre qualquer coisa. Até que no passado fim-de-semana, numa ida relâmpago ao outlet de Vila do Conde bati de caras com este sobretudo (na loja Pull&Bear)  e nunca mais o larguei. Era exactamente este modelo que eu queria, esta fazenda, a cor, com forro, e melhor que tudo... custou 10€! Digam lá se eu não sou boa a fazer achados! Não é todos os dias que se encontra o sobretudo perfeito ao preço da chuva!

O meu novo melhor amigo desde que tenho um cão dentro de casa

De há uns meses para cá, eu e este objeto temos sido grandes amigos. Amigos ao ponto de ponderar começar a andar com ele na bolsa atrás de mim, sobretudo quando ando com roupas escuras. Por mais que eu passe o rolo na roupa antes de sair de casa, há sempre um ou outro pêlo do sr. Benny mais resistente que fica... e eu que não gosto nada de ver roupa com pêlos!!!

Bad Genius

Para fugir um pouco aos filmes ditos "comerciais", optei por este filme tailandês, para ocupar uma manhã em que a pestana abriu duas horas antes do despertador tocar. Comecei sem qualquer expectativa a ver o filme e mais com aquela ideia de "é só para ocupar o tempo até serem horas de me levantar" e acabei por gostar bastante do filme. Quando fui, por curiosidade, ver a classificação no IMDB percebi que não fui só eu a gostar do filme (7.8 em 10 é muito bom!).
Baseado em factos verídicos, conta a história de uma jovem sobredotada que, em conjunto com outros colegas e sobretudo com o seu rival, monta um esquema para copiar nos testes e nos exames de acesso à universidade, ao ponto de ganhar uma pipa de massa com esse esquema. Para quem quiser saber mais pode ver aqui.

Instagram

Blogs que leio