Avançar para o conteúdo principal

Londres dia 5

Não pensem que me esqueci de vos mostrar aquilo que andei a visitar em Londres. Quem sabe se não vos abro o apetite para visitarem a terra de sua majestade. Ainda falta mostrar o roteiro de mais quatro dias, com dicas sobre aquilo que fui vendo.

Nesta quinto dia, e tal como podem ver pelas imagens, fomos brindados com mais um dia fantástico de sol. Mas não se iludam pelo sol porque na rua é bastante frio (tendo em conta que em Março, em Portugal já andamos com roupas mais frescas). Embora os Ingleses pareçam ser imunes ao frio (vi algumas pessoas de havaianas e vestidos primaveris) a coisa não estava para brincadeiras.






National History Museum

Um museu enorme, cheio de gente por todo o lado, mas muito bem organizado. Peguem nos mapas que tem logo à entrada do museu, se não de certeza que vão deixar salas por ver. O museu é mesmo muito grande, mas está muito bem organizado. Tem um pouco de tudo no que toca à vida animal diz respeito. Também tem uma ala ligada à geologia, com salas dedicadas a diferentes rochas (incluindo inúmeras vitrinas de pedras preciosas), vulcões e muito mais que possam imaginar. A entrada é gratuita.












Victoria and Albert Museum

Um dos maiores museus de Londres de artes decorativas e design. Com entrada gratuita, tem uns jardins lindíssimos ideais para descansar um pouco e apreciar a beleza do espaço. Lá dentro encontram variadíssimas salas sobre diferentes coisas (tapeçarias, roupa, metais, livros, porcelanas, etc.).











Science Museum

Adorei este museu. Tem coisas lindíssimas. Desde os primeiros carros da história, passando pela história da aviação, uma ala dedicada à psicologia e muitas outras coisas relacionadas com as ciências. A entrada, tal como a maioria dos museus é gratuita. Não deixem de visitar este museu porque vale muito a pena.


Royal Albert Hall

Com uma capacidade para mais de 8000 pessoas, esta sala de espectáculos já foi palco para grandes nomes da música.  Desde Led Zeplin, Paul McCartney, Adele e muitos outros. Fica em South Kesington, com o Hyde Park como vizinho.


Ampliar foto para ver o esquilo

Hyde Park

Dispensa apresentações. Um espaço verde gigante no coração de Londres. Há zonas em que é permitido andar de bicicleta, mas a maioria do espaço é para ser visto a pé. Para apreciar os esquilos (que são muitos), as fontes, os memoriais. Para quem quiser manter as rotinas mesmo quando viaja, é o sítio ideal para fazer um pouco de corrida. No meu caso, seria mais para fazer um piquenique, mas como já tínhamos sítio para o jantar, foi mesmo só para passear.


Kensington Palace

Faz parte de mais uma das atrações do Hyde Park. Não cheguei a ver com pormenor, só mesmo o exterior.





Albert´s Memorial

Um dos memorias que fazem parte do Hyde Park. Este é, de facto, muito bonito. Fomos até lá de bicicleta (é uma das zonas do Hyde Park em que é permitido andar de bicicleta). Tive pena que a fonte de homenagem à Princesa Diana estivesse em obras e não ter dado para ver. Fica para uma próxima, quem sabe...



Royal College of Music

Tempo para mais um concerto. Desta vez um concerto muito especial, de alguém que nos era muito querido. Uma instrumentista que ainda vai dar muito que falar. Escrevam o que vos digo.










Hard Rock

Para terminar o dia em beleza, jantar no Hard Rock. A espera foi muita (mais de 1 hora) mas o espaço em si é uma boa distração, com música à altura. Para o jantar foram umas entradas deliciosas, depois um mega hambúrguer e no final, para sobremesa, foi um gelado com brownie e chantili (não se assustem que isto foi comida para três pessoas).


Barriguinha cheia, foi hora de regressar ao hotel para um banho quente e um sono relaxante para recarregar baterias para o dia seguinte, sem antes deixar de tomar um chá quente (no quarto tinha uma chaleira para podermos fazer chá, chá com leite ou café).

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Pandora - como limpar

Para quem tem peças da Pandora, ou mesmo sem ser da Pandora mas sendo de prata já se foi apercebendo que com o uso as peças vão perdendo o brilho e ficando mais escuras devido a sujidade que se vai agarrando às pratas e devido também à transpiração ou ao mau uso das mesmas. É preciso termos alguns cuidados quando usamos pratas. 
Em conversa com um funcionário extremamente simpático e profissional da loja Pandora no BragaParque (Braga) reuni algumas dicas para partilhar convosco e aumentar a durabilidade das vossas peças no que concerne ao brilho e à limpeza. Algumas dicas são óbvias: não borrifar perfume diretamente sobre as peças, quando se usa cremes deixar a pele absorver totalmente o creme e só depois pôr as pulseiras/anéis/colares, não tomar banho com as pratas porque os champôs/gel de banho podem ter um PH que não sendo neutro pode afetar as pratas. Outra dica é quanto à limpeza que se pode fazer em casa. Antes de correrem a mandar fazer uma limpeza das peças ou mandar poli-las…

Voltar aos tempos de estudante (e sair da zona de conforto)

Às vezes digo, em tom de desabafo, que gostava de voltar a estudar. Talvez porque tenha a noção de que nunca se sabe tudo e de que é indispensável estar constantemente a estudar para conseguir desempenhar o meu trabalho com rigor e de forma atualizada. Gostava de fazer uma pós-graduação mas o tempo nem sempre chega e o investimento também não é propriamente barato. Fazer doutoramento já esteve mais em perspectiva do que está agora. Os objetivos de vida mudam e, sinceramente, acho que neste momento não teria disponibilidade (mental e de tempo) para o rigor, exigência e cedências que um doutoramento exige. Mas o bichinho de estudar, de reciclar e acrescentar novos saberes mantém-se. 
Neste momento estou a preparar uma apresentação para participar num congresso internacional, sobre a minha área profissional e sobre aquilo em que trabalho. E de repente senti-me novamente estudante: pesquisar, ler artigos, sublinhar, voltar a pesquisar, fazer esquemas e passar isso tudo para uma apresenta…

New in

Eu sei que não parece, mas o Verão está à porta. Isso e os saldos. E a women secret já está com promoções até 70% e eu já fui lá dar um saltinho e ver se havia alguma coisa que valesse a pena. Sinceramente, nem para os bikins e fatos-de-banho olhei. O calor e a praia parecem-me uma coisa tão distante que nem prestei atenção. Atendendo a que estamos basicamente no Inverno (as estações agora não se definem pelo mês em que estamos), andar agora a ver roupa de praia era quase como se no pico do calor do Verão andasse a ver camisolas de lã grossa com gola...
Quando estava na loja, perguntei-vos no Instagram qual das sandálias gostavam mais:  azuis ou laranja?

A escolha de vossa parte foi renhida. E da minha também! Inicialmente ia trazer as azuis, mas acabei por trazer as laranja. 
E o melhor de tudo foi o preço.
Antes: 24.99€ Agora: 11.99€ Vale de aniversário para descontar de 6€ - as sandálias ficaram-me pela módica quantia de 5.99€.
A isto se chamam boas compras!

Instagram

Blogs que leio