Avançar para o conteúdo principal

2 semanas de Benny

E faz hoje duas semanas que cá em casa passou a haver mais um inquilino, um novo morador de quatro patas que veio trazer mais animação aos nossos dias. Veio para cá ainda muito pequenino, pouco mais de um mês de vida e conquistou-me logo.

Foi uma prenda de aniversário antecipada do meu tio mais novo, que sabe a minha adoração por cães e que, apesar de saber que a minha mãe (irmã dele) não queria mais nenhum cão em casa e que não gosta de cães, presenteou-me com este pedaço de doçura andante. Com a condição de ele ficar com ele caso cá em casa não pudesse ficar, um dia após o outro foi ficando, e ficando... até que ficou de vez. Já posso dizer que é o meu cão, o meu Benny. E até o nome foi difícil escolher, porque tinha de ser um nome que os quatro cá em casa gostassem (pronto, eu cedi às minhas opções iniciais, mas para ter este menino cá em casa até Bruno de Carvalho eu lhe chamava se fosse preciso).

A uma semana de fazer 2 meses de idade e depois de duas semanas cá em casa o Benny passa a maior parte do dia a dormir, adora correr atrás do meu outro cão (que não lhe liga nenhuma), gosta de deitar o dente sempre que apanha alguém, já se senta quando lhe digo "senta", já sabe que o estou a repreender quando lhe digo "não" com um tom mais grave, adora dormir na minha cama e no sofá da sala, adormece em qualquer posição e com uma facilidade impressionante, adora comer, sonha muito enquanto dorme e faz uns barulhos e movimentos estranhos durante os sonhos, adora dentastick, está a aprender a dar a pata e a dar beijinhos, trepa redes como se fosse um gato, já sobe todas as escadas cá de casa sem precisar de ajuda e adora que brinquem com ele. Para já ainda não fez nenhuma asneira de relevo - não fez buracos no jardim, não roeu nada, não estragou nada, só um xixi ou outro nas carpetes e um cocó ou outro na sala ou no meu quarto (que é onde ele mais gosta de estar). Sei que ainda me esperam muitas asneiras, muitas chatices  e consumições mas para já estou enamorada pela minha cria.













Comentários

  1. Ai meu Deus que coisinha tão fofa! Dá vontade de estar sempre a mexer nele tipo peluche aposto!
    Vê-lo assim lembra-me das minhas 4 pestes quando eram pequenos! Que saudades!!!
    https://jusajublog.blogspot.pt/?m=1

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto! Não consigo estar perto dele sem lhe mexer :)

      Eliminar
  2. é tao lindo.... e conseguiste dar a volta a tua mae lol

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Os interiores para o grande dia #2

Mulherio desse lado, o que me dizem deste robe para o grande dia? Não queria o típico robe branco, de cetim, curto e a dizer "bride" nas costas (que me desculpe quem acha piada a isso, mas eu acho só piroso!). Embora não me vá pôr cheia de rendas e transparências, porque no dia é capaz de não dar muito jeito (com a quantidade de pessoas que vai andar à minha volta... maquilhadora, cabeleireira, fotógrafos, família, ...), este até achei piada e, a pensar já lo lado rentável, vejo-me a usá-lo depois.

Os interiores para o grande dia

Na procura da lingerie perfeita para o grande dia, acabei por chegar a uma conclusão: a lingerie é exatamente igual à lingerie sem ser para noiva, com o único pormenor da cor (que anda invariavelmente à volta dos brancos, pérolas e rosa seco), mas o preço é três ou quatro vezes superior. Então se formos para robes e chinelos de quarto, a coisa dispara absurdamente...
A título de exemplo, deixo-vos este robe da marca La Perla. Se calhar sou eu que sou muito forreta, mas 958€ (!!!!!) por um robe parece um pouquinho exagerado (a menos que o interior do robe seja forrado a notas)...
Assim de repente, e por 958€ há uma lista infindável de outras coisas muito mais interessantes para investir o dinheiro do que um simples robe (que se procurarmos bem nas lojas do costume, somos capaz de encontrar algo muito semelhante por menos de, vá... 50/60 euritos. E mesmo a esse preço já somos capazes de achar um bocado carote).

Eu bem digo que cães e crianças pequenas é (quaaaase) a mesma coisa

Sobretudo na hora de ir para a cama! 
Se os pais se queixam que depois de terem filhos perdem espaço na cama porque os filhos lhes invadem a cama ocupando mais de metade do espaço, isso é porque não tem nenhum labrador que prefere dormir na cama da dona do que na cama dele e que gosta de se deitar na horizontal em cima das almofadas ou então em cima da dona em versão botija de água quente gigante. Se em dias de frio isso até tem uma parte boa, o que é certo é que às vezes até fico com as pernas dormentes de não me conseguir mexer. E olhem que a minha cama é de casal e há espaço mais do que suficiente para mim e para o cão, mas ele gosta de proximidade, muuuuita proximidade...




Instagram

Blogs que leio