Avançar para o conteúdo principal

Demain tout commence


Tão bom este filme! Tão bom é pouco. Excelente! Este filme retrata a história de um homem (daqueles que só pensam em mulheres) que de um minuto para o outro descobre que é pai e se vê com a criança nos braços sem saber muito bem o que fazer. A mãe, após lhe ter entregue a criança desaparece, o que faz com que ele corra à procura dela para lhe devolver a criança. Nessa procura infrutífera pela mãe descobre que afinal ter uma criança não é assim tão mau e que esta passou a ser o motivo principal dos dias (vida!) dele. Ao longo do filme vamos vendo a cumplicidade crescente entre a filha e o pai até que aparece novamente a mãe... E o final? O final é brutal! Arrebatador! Vejam o filme e digam-me se eu não tenho razão quando digo que o cinema francês é muito bem e que nem sempre se lhe dá o devido valor.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A vida secreta dos nossos bichos

Quem disse que os filmes de animação são só para crianças? Eu gosto bastante de me perder num bom filme de animação. E este prometia muito. Tinha visto o trailer ainda antes de chegar aos cinemas e disse logo "quero muuuito ver este filme" e finalmente vi-o. O filme prometia muito, ainda por cima sendo dos mesmos produtores de "Gru - o Maldisposto", mas sinceramente fiquei um bocado desiludida. A história foi muito básica e o trailer foi muito bem feito porque reúne, a meu ver, as melhores cenas do filme. Uma pessoa vê o trailer, cria grandes expectativas e depois no final fica assim um bocado para o desiludida, à espera de mais...
Ver o trailer aqui.

Zara, what else?

Adoro estas peças que primam pela diferença. Um blazer que é uma capa, ou uma capa que se parece com um blazer? Adoro. E adoro ambas as cores. 


Link aqui e aqui.

DIY - Flared Jeans

Quem tem prestado atenção quando vai às lojas, certamente já reparou que o que não faltam são calças "esfarrapadas" em baixo, como se tivessem ficado à mercê de cães raivosos. Há algumas que acho medonhas mas outras até acho alguma graça. Mas como sei que esta tendência não é "usável" para sempre nem em todos os contextos não me estava convencida a investir nuns jeans assim. 
Então, peguei nuns jeans básicos que tinha cá por casa encostados a um canto porque eram "muito básicos" e decidi transformá-los (eu, que nunca tive jeito nem paciência nenhuma para este tipo de coisa!). Só o fiz porque o processo é mesmo muito simples e fácil e o resultado é engraçado.


1º - Cortar as calças pelo tamanho pretendido. 2º - Medir e riscar o tamanho das franjas (para ficarem todas alinhadas). Eu marquei 3 cms à volta de toda  a calça, e de seguida colei fita-cola para facilitar na hora de cortar.

3º - Depois de cortadas as franjas de ambas as pernas retirar a fita-cola.


Instagram

Blogs que leio