Avançar para o conteúdo principal

Alguém me ensina como acertar o relógio interno?

 


Ando há mais de uma semana a acordar todos os dias antes das 6.30h da manhã. Isto até não seria grave se tivesse um propósito, mas não! Simplesmente chego aquela hora e abro a pestana! Não é porque o despertador toque, não é porque tenho nada que me ande a tirar o sono, não é porque haja barulho a essa hora que me faça acordar é simplesmente porque não consigo dormir mais, independentemente da hora a que me deite.

Já experimentei ir para a cama mais tarde e o cenário é o mesmo, com a agravante que depois ando o dia todo a arrastar-me (ainda mais). E isto chega a ser frustrante. Durante a semana uma pessoa quer aproveitar todos os minutos antes de o despertador tocar para estar fresca que nem uma alface todo o dia, a trabalhar de forma concentrada e com rendimento. Ao fim-de-semana queremos dormir como uma preguiça e dar-nos ao luxo de não ter hora marcada para sair da cama, para depois ter energia suficiente para aproveitar o fim-de-semana, fazer programas diferentes, estar com os amigos, andar por ai só porque sim alegre, contente e acordada! Mas com este panorama, tudo o que me apetece é deitar-me na cama e dormir, independentemente do dia da semana que seja, da temperatura que se faça sentir e dos planos que hajam para o dia.

Eu sei que para muita gente, acordar às 6.30h é habitual mas eu antes da meia noite nunca estou a dormir e durante a noite acordo um sem número de vezes o que me impede de ter um sono reparador. Por isso, era bom que alguns dias eu conseguisse dormir mais um bocadinho ou, na loucura, ao fim-de-semana eu não acordasse antes das 8h da manhã. O problema é que não sei como acertar o (meu) relógio!

Comentários

  1. Não te posso ajudar. Passei uma semana assim, a que se seguiram 3 noites inteirinhas sem pregar olho. Tive de tomar um comprimido para dormir. A partir daí regulei tudo.

    ResponderEliminar
  2. Eish! Quando descobrires diz-me! Eu não acordo às 06h30, mas às 07h15 já estou em modo "on" e não me apetecia =P =P Acho que é do caloooooooooooooor!!

    Um beijinho dourado

    ResponderEliminar
  3. No meu caso, quando acordo de noite e me ponho a pensar em trabalho, é meio caminho andado para não pregar olho em condições o resto da noite. E odeio estar na cama e não adormecer. Quanto mais me interrogo sobre o porquê de não adormecer, menos sono tenho e disperso logo. Odeio quando isso me acontece!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

A vida secreta dos nossos bichos

Quem disse que os filmes de animação são só para crianças? Eu gosto bastante de me perder num bom filme de animação. E este prometia muito. Tinha visto o trailer ainda antes de chegar aos cinemas e disse logo "quero muuuito ver este filme" e finalmente vi-o. O filme prometia muito, ainda por cima sendo dos mesmos produtores de "Gru - o Maldisposto", mas sinceramente fiquei um bocado desiludida. A história foi muito básica e o trailer foi muito bem feito porque reúne, a meu ver, as melhores cenas do filme. Uma pessoa vê o trailer, cria grandes expectativas e depois no final fica assim um bocado para o desiludida, à espera de mais...
Ver o trailer aqui.

Pequenas mudanças que fazem grandes diferenças

Nestes últimos saldos, já mesmo nos últimos dias, comprei online estes jeans na Zara. Quando já só havia meia dúzia de peças em loja e outra meia dúzia no site, quando a nova coleção já estava ai em força, estas calças ainda haviam em todos os números e ninguém lhes pegava. Eu própria quando olhei para elas uma primeira vez tive um ligeiro esgar e recordei a década de 90, onde se usavam este tipo de calças. Este tipo de calças a mim nunca me convenceu e, talvez, por a minha mãe na minha adolescência me ter comprado umas e me ter obrigado a andar com elas, foi motivo para nunca mais termos uma relação cordial (ou de qualquer outro tipo).

Só que...quando olhei para as calças uma segunda vez, vi muito potencial nas calças. Primeiro porque antes custavam 29.90€ e quando as comprei custavam 7.99€. Depois porque adorava a cor, eram de botões, cinta subida e simples, sem rasgões, apliques ou lavagens manhosas. Lá as comprei com a ideia de só as usar no Inverno, com botas, para tapar aquele …

Vestidos de noiva - relato de uma primeira experiência

Hoje fui experimentar, pela primeira vez, vestidos de noiva! Uohhhhhh A loucura!



E perguntam vocês: e então, como é que foi? Eu respondo, não se apoquentem que eu digo-vos: foi estranho, minha gente, muito estranho! Eu ainda não me consigo imaginar vestida de noiva, mesmo tendo vestido muitos vestidos, posto diferentes véus, testado diferentes modelos. Só para terem noção do nível do meu distanciamento em relação a ver-me vestida de noiva, a coisa mais interessante que eu consegui apreciar foi os vestidos que tinham bolsos (sempre a ver o lado prático da coisa! E por falar em lado prático da coisa, comecei também a pensar que, atendendo ao meu tamanho (1.76cm) e ao comprimento dos vestidos, talvez não seja má ideia ir de sapatilhas ou sabrinas. Lá no fundo ninguém vê os sapatos à noiva e assim posso jabardar noite dentro, em versão confortável).
Nos casamentos a que tenho ido (e são muitos!), gosto muito de ver as outras noivas para ver o vestido que levam, consigo apreciar bastante …

Instagram

Blogs que leio