Avançar para o conteúdo principal

A polémica da viagem de finalistas

Como toda a gente já ouviu em trezentos e vinte e sete sítios diferentes, as viagens de finalistas típicas por esta altura do ano voltaram a dar confusão. Quanto aos motivos que estão na base destes comportamentos, aos padrões de educação de hoje em dia e mais uma série de questões sociológicas que se colocam não me vou pronunciar. Já muito foi dito sobre isso e eu não quero tornar este espaço um sítio chato, que obriga as pessoas ao final de um longo dia de trabalho a terem um raciocínio crítico sobre algo.
Apenas vou partilhar convosco o discurso de um jovem exibido ontem num dos jornais da noite, em que a mente iluminada proferiu orgulhosamente o seguinte discurso:

- "Já ando cá à 3 anos e sempre correu tudo bem"

Pois... se calhar o que não corre tão bem é tu já seres finalista à 3 anos consecutivos...

E posto isto, vou chorar um bocado, bater com a cabeça contra a parede e pensar porque é que eu não aproveitei a vida de estudante como deve ser. Se o tivesse feita, a esta altura ainda era estudante e não tinha de me preocupar com as coisas chatas da vida, tipo o IRS, as contas para pagar, as responsabilidades, os prazos para cumprir...



Comentários

  1. Não sou nenhuma santa, mas, certamente, se fosse meu filho já tinha ido trabalhar. Fiz a licenciatura nos 5 anos da altura. Os meus pais davam-me 6 para a fazer (admitiam que reprovasse um ano), caso contrário cortavam o financiamento.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

O vazio das séries

Quem gosta de devorar séries certamente me entende.  Detesto aquele sensação que fica quando acabamos de ver uma série muito boa, com algumas temporadas e muitos episódios e depois vemo-nos obrigados a procurar outra série para preencher o vazio.
Desde que acabei "How to get away with murder" que ando assim para o perdida, a ver "séries às pinguinhas". Basicamente é pegar numa série nova e ver para ver até que ponto me prende. Já vi algumas boas desde então ("Westworld" e "Taboo") mas têm o problema de só ter ainda uma temporada. Por isso rapidamente estou no mesmo dilema: o que ver agora?
Para já, e até descobrir uma série assim para lá de espetacular (com muitos episódios e temporadas) e enquanto as 573 que sigo não lançam episódios novos, comecei a ver "13 Reasons why".
Esta série conta a história de uma adolescente que se suicidou, mas antes de o fazer deixa uma série de gravações em cassetes dirigidas às pessoas que motivaram a s…

IRS

Aquele assunto chato que sabes que te vai deixar mal disposta porque, como trabalhadora independente todos os anos pagas uma pequena fortuna atendendo à miséria que ganhas. 
Pior mesmo só quando a contabilista me diz "o valor que tu faturas por ano, se fosse um contrato por conta de outrem, aquilo que vais pagar era aquilo que irias receber". É sempre bom saber que, para além de não ter direito a nada como trabalhadora independente, sou novamente penalizada na hora de fazer o IRS.
E pronto, por esta altura do ano costumo andar assim, na azia por causa do IRS! (e eu ainda não fiz o IRS deste ano, mas já estou a antecipar o cenário)
Anda uma pessoa a tentar poupar uns trocos o ano todo para depois chegar a esta altura do ano e levar com um balde de água fria.

A vida secreta dos nossos bichos

Quem disse que os filmes de animação são só para crianças? Eu gosto bastante de me perder num bom filme de animação. E este prometia muito. Tinha visto o trailer ainda antes de chegar aos cinemas e disse logo "quero muuuito ver este filme" e finalmente vi-o. O filme prometia muito, ainda por cima sendo dos mesmos produtores de "Gru - o Maldisposto", mas sinceramente fiquei um bocado desiludida. A história foi muito básica e o trailer foi muito bem feito porque reúne, a meu ver, as melhores cenas do filme. Uma pessoa vê o trailer, cria grandes expectativas e depois no final fica assim um bocado para o desiludida, à espera de mais...
Ver o trailer aqui.

Instagram

Blogs que leio