Avançar para o conteúdo principal

A polémica da viagem de finalistas

Como toda a gente já ouviu em trezentos e vinte e sete sítios diferentes, as viagens de finalistas típicas por esta altura do ano voltaram a dar confusão. Quanto aos motivos que estão na base destes comportamentos, aos padrões de educação de hoje em dia e mais uma série de questões sociológicas que se colocam não me vou pronunciar. Já muito foi dito sobre isso e eu não quero tornar este espaço um sítio chato, que obriga as pessoas ao final de um longo dia de trabalho a terem um raciocínio crítico sobre algo.
Apenas vou partilhar convosco o discurso de um jovem exibido ontem num dos jornais da noite, em que a mente iluminada proferiu orgulhosamente o seguinte discurso:

- "Já ando cá à 3 anos e sempre correu tudo bem"

Pois... se calhar o que não corre tão bem é tu já seres finalista à 3 anos consecutivos...

E posto isto, vou chorar um bocado, bater com a cabeça contra a parede e pensar porque é que eu não aproveitei a vida de estudante como deve ser. Se o tivesse feita, a esta altura ainda era estudante e não tinha de me preocupar com as coisas chatas da vida, tipo o IRS, as contas para pagar, as responsabilidades, os prazos para cumprir...



Comentários

  1. Não sou nenhuma santa, mas, certamente, se fosse meu filho já tinha ido trabalhar. Fiz a licenciatura nos 5 anos da altura. Os meus pais davam-me 6 para a fazer (admitiam que reprovasse um ano), caso contrário cortavam o financiamento.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

O (meu) casaco perfeito

Já há muuuuito que andava atrás de um casaco compridão, daqueles que só se vê mesmo um bocadinho da perna mas estava difícil encontrar: ou não gostava do modelo (a maioria pareciam sacos de batatas de tão largos que eram), ou na gostava do tecido, ou era a cor, ou era o corte... havia sempre qualquer coisa. Até que no passado fim-de-semana, numa ida relâmpago ao outlet de Vila do Conde bati de caras com este sobretudo (na loja Pull&Bear)  e nunca mais o larguei. Era exactamente este modelo que eu queria, esta fazenda, a cor, com forro, e melhor que tudo... custou 10€! Digam lá se eu não sou boa a fazer achados! Não é todos os dias que se encontra o sobretudo perfeito ao preço da chuva!

O meu novo melhor amigo desde que tenho um cão dentro de casa

De há uns meses para cá, eu e este objeto temos sido grandes amigos. Amigos ao ponto de ponderar começar a andar com ele na bolsa atrás de mim, sobretudo quando ando com roupas escuras. Por mais que eu passe o rolo na roupa antes de sair de casa, há sempre um ou outro pêlo do sr. Benny mais resistente que fica... e eu que não gosto nada de ver roupa com pêlos!!!

Bad Genius

Para fugir um pouco aos filmes ditos "comerciais", optei por este filme tailandês, para ocupar uma manhã em que a pestana abriu duas horas antes do despertador tocar. Comecei sem qualquer expectativa a ver o filme e mais com aquela ideia de "é só para ocupar o tempo até serem horas de me levantar" e acabei por gostar bastante do filme. Quando fui, por curiosidade, ver a classificação no IMDB percebi que não fui só eu a gostar do filme (7.8 em 10 é muito bom!).
Baseado em factos verídicos, conta a história de uma jovem sobredotada que, em conjunto com outros colegas e sobretudo com o seu rival, monta um esquema para copiar nos testes e nos exames de acesso à universidade, ao ponto de ganhar uma pipa de massa com esse esquema. Para quem quiser saber mais pode ver aqui.

Instagram

Blogs que leio