Avançar para o conteúdo principal

Aquisições de Abril

 

Cremes e maquilhagem nunca são de mais mas é preciso saber ajustar os cremes às necessidades da nossa pele. Ultimamente sou muito mais criteriosa nas minhas compras e estou mais atenta às mudanças da minha pele e àquilo que ela precisa em cada altura do ano. Assim, estava na hora de renovar os cuidados diários. Estava na altura de investir num creme facial rico em colagénio (a idade passa para todos mas não é preciso a nossa pele ser o primeiro espelho da idade), num protetor solar para o rosto para não agravar as manchas e uma base mais fluída para os estes dias mais quentes em que já não exigem uma maquilhagem tão "pesada".


Creme facial AINHOA

Rico em colagénio, é o ideal para prevenir os primeiros sinais de envelhecimento. É de rápida absorção e deixa a pele bastante hidratada. é o primeiro passo na minha rotina matinal (tenho usado só de dia, à noite opto por óleos).


Protetor solar Vichy SPF50, UVA e UVB

O problema em comprar protetores solares para o rosto é a sua consistência. Quanto maior o fator de protecção mais espessos tendem a ser mas este é perfeito: não é gorduroso, é de rápida absorção, não deixa brilho nem tem cheiro. Coloco depois do creme hidratante e está a pele pronta para a maquilhagem.



 

Base Giordani Gold Liquid Silk SPF12

Da gama premium da Oriflame, esta base é super liquida dando uma acabamento muito natural à pele. Não é de cobertura elevada mas em contrapartida é das bases com maior durabilidade que usei até hoje. Chego ao fim do dia e está perfeita! O único problema é que comprei uma cor bastante clara (que é o meu tom de pele) por isso, assim que comece a ganhar uma corzinha no rosto vou ter de pôr esta base de lado. Vai ser ideal para o Inverno porque é a cor exacta da minha pele sem apanhar sol.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A vida secreta dos nossos bichos

Quem disse que os filmes de animação são só para crianças? Eu gosto bastante de me perder num bom filme de animação. E este prometia muito. Tinha visto o trailer ainda antes de chegar aos cinemas e disse logo "quero muuuito ver este filme" e finalmente vi-o. O filme prometia muito, ainda por cima sendo dos mesmos produtores de "Gru - o Maldisposto", mas sinceramente fiquei um bocado desiludida. A história foi muito básica e o trailer foi muito bem feito porque reúne, a meu ver, as melhores cenas do filme. Uma pessoa vê o trailer, cria grandes expectativas e depois no final fica assim um bocado para o desiludida, à espera de mais...
Ver o trailer aqui.

Pequenas mudanças que fazem grandes diferenças

Nestes últimos saldos, já mesmo nos últimos dias, comprei online estes jeans na Zara. Quando já só havia meia dúzia de peças em loja e outra meia dúzia no site, quando a nova coleção já estava ai em força, estas calças ainda haviam em todos os números e ninguém lhes pegava. Eu própria quando olhei para elas uma primeira vez tive um ligeiro esgar e recordei a década de 90, onde se usavam este tipo de calças. Este tipo de calças a mim nunca me convenceu e, talvez, por a minha mãe na minha adolescência me ter comprado umas e me ter obrigado a andar com elas, foi motivo para nunca mais termos uma relação cordial (ou de qualquer outro tipo).

Só que...quando olhei para as calças uma segunda vez, vi muito potencial nas calças. Primeiro porque antes custavam 29.90€ e quando as comprei custavam 7.99€. Depois porque adorava a cor, eram de botões, cinta subida e simples, sem rasgões, apliques ou lavagens manhosas. Lá as comprei com a ideia de só as usar no Inverno, com botas, para tapar aquele …

Vestidos de noiva - relato de uma primeira experiência

Hoje fui experimentar, pela primeira vez, vestidos de noiva! Uohhhhhh A loucura!



E perguntam vocês: e então, como é que foi? Eu respondo, não se apoquentem que eu digo-vos: foi estranho, minha gente, muito estranho! Eu ainda não me consigo imaginar vestida de noiva, mesmo tendo vestido muitos vestidos, posto diferentes véus, testado diferentes modelos. Só para terem noção do nível do meu distanciamento em relação a ver-me vestida de noiva, a coisa mais interessante que eu consegui apreciar foi os vestidos que tinham bolsos (sempre a ver o lado prático da coisa! E por falar em lado prático da coisa, comecei também a pensar que, atendendo ao meu tamanho (1.76cm) e ao comprimento dos vestidos, talvez não seja má ideia ir de sapatilhas ou sabrinas. Lá no fundo ninguém vê os sapatos à noiva e assim posso jabardar noite dentro, em versão confortável).
Nos casamentos a que tenho ido (e são muitos!), gosto muito de ver as outras noivas para ver o vestido que levam, consigo apreciar bastante …

Instagram

Blogs que leio