Avançar para o conteúdo principal

IRS



Aquele assunto chato que sabes que te vai deixar mal disposta porque, como trabalhadora independente todos os anos pagas uma pequena fortuna atendendo à miséria que ganhas. 

Pior mesmo só quando a contabilista me diz "o valor que tu faturas por ano, se fosse um contrato por conta de outrem, aquilo que vais pagar era aquilo que irias receber". É sempre bom saber que, para além de não ter direito a nada como trabalhadora independente, sou novamente penalizada na hora de fazer o IRS.

E pronto, por esta altura do ano costumo andar assim, na azia por causa do IRS!
(e eu ainda não fiz o IRS deste ano, mas já estou a antecipar o cenário)

Anda uma pessoa a tentar poupar uns trocos o ano todo para depois chegar a esta altura do ano e levar com um balde de água fria.

Comentários

  1. Eu vou receber, mas a verdade é que desconto quase metade do meu vencimento para IRS.

    ResponderEliminar
  2. Eu ainda não fiz e por isso não sei o ponto de situação

    ResponderEliminar
  3. Este mundo dos recibos verdes é uma valente m****
    Eu que o diga que nunca trabalhei a contrato e já estou nisto há quase 8 anos.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

"Não fui eu"

E aos 6 meses, eis que o Sr. Benny se lembrou de aprontar das suas e fazer a sua primeira grande asneira dentro de casa. E o que é que ele se lembrou de fazer? Pois que devia estar entediado na sua vidinha de come-dorme-brinca-come-dorme-brinca que se lembrou de testar os dentes numa das pernas de madeira da mesa da cozinha!  O que me assusta agora não é a mesa da cozinha, é saber que os meses de frio e chuva estão a chegar, e ele vai passar grande parte do dia dentro de casa... E se até agora o deixava dentro de casa descansadinha da vida, sem me preocupar se ele iria ou não fazer alguma asneira, depois desta já não é bem assim... Sempre ouvi dizer que o que custa é a primeira vez: a primeira vez que arranhamos o carro novo, a primeira vez que deixamos cair o telemóvel ao chão, a primeira vez que o cão roí qualquer coisa dentro de casa... Mas eu prefiro não saber qual é a sensação uma segunda vez! Vou rezar ao santinho dos cães bem comportados e pedir que isto tenho sido uma vez sem…

Coincidência feliz e sorriso na cara

Coincidência feliz é eu estar a sair de um local de trabalho em direção a outro local de trabalho e pelo caminho, sem estar a contar e sem ser suposto, cruzar o meu carro com o carro do namorado, em plena estrada, e mandar-mos um beijinho um ao outro tal como fazem as crianças quando mandam um beijinho a alguém e sopram para que chegue a bom porto! E assim se fica com um sorriso parvo na cara e borboletas na barriga e a certeza de que tenho o homem certo ao meu lado.

Eu quero continuar a gostar de palhaços...

Namorado gosta de filmes de terror, eu não.  Namorado quer ir ver na próxima quinta-feira a estreia do filme It, eu não. Namorado negoceia dizendo que o próximo filme sou eu que escolho, eu continuo a dizer que não. Namorado diz que faz muita questão que eu vá com ele, eu não! Namorado chantageia-me com as pipocas, eu digo que não às pipocas. Namorado é persistente e eu começo a ficar sem argumentos...
Como é que eu faço perceber ao namorado que este tipo de filmes não é de todo a minha onda, que não gosto de ir para uma sala de cinema para estar sempre a saltar da cadeira ou a tapar a cara com as mãos, que não gosto de ir para casa em sobressalto e com as imagens do filme em loop na minha cabeça!
Preciso urgentemente de um bom argumento para me escapar deste massacre!
Eu quero continuar a gostar de palhaços e este filme, pelo que já fui vendo, não contribui muito para isso... Help me...

Instagram

Blogs que leio